Avaliação

Avaliamos a Ford Transit, que se destaca pela tecnologia

Feita no Uruguai, nova Ford Transit traz ampla lista de equipamentos, motor 2.0 turbodiesel de 170 cv por um preço bastante competitivo

Andrea Ramos

04 de nov, 2021 · 12 minutos de leitura.

Ford Transit se destaca pela alta tecnologia" >
Ford Transit se destaca pela alta tecnologia
Crédito:Ford/Divulgação
Ford Transit se destaca pela alta tecnologia

A nova Ford Transit está à venda no Brasil. Inicialmente, a quarta geração do modelo chega ao País na versão para passageiros. Segundo a fabricante, o destaque é a ampla lista de equipamentos, superior a das rivais. O Estradão avaliou a versão 14+1 em uma pista de testes no interior de São Paulo. A marca não revelou os preços, mas, segundo concessionários, essa opção parte de cerca de R$ 255 mil. Isso inclui ar-condicionado, três revisões grátis e peças de desgaste acentuado até 60 mil km.

Ou seja, o preço é mais de R$ 17 mil inferior ao da Sprinter 416 de 15+1 lugares. A van da Mercedes-Benz parte de R$ 272.343 e, segundo a Ford é o rival direto da Transit no mercado brasileiro.

Você também vai gostar de


Leia também: novos Volvo FH, FM e FMX já estão sendo produzidos no Brasil

A Ford Transit foi vendida no Brasil de 2008 a 2014. Porém, vinha da Turquia. Diferentemente da nova geração, que é feita no Uruguai. Agora o modelo é produzido pela Nordex, que também fabrica as linhas Citroën Jumpy e Peugeot Expert. Bem como o caminhão Kia Bongo. Além disso, integra a recém-criada divisão de veículos comerciais da marca, que promete um atendimento diferenciado.

Segundo a Ford, a versão furgão de carga chega ao Brasil no primeiro semestre de 2022. Porém, não há planos de trazer o chassi-cabine. As opções para passageiros incluem configurações 15+1, 17+1, 18+1 e Vidrada, também com 18 assentos. Em comum, todas têm motor 2.0 turbodiesel de 170 cv a 3.500 rpm e 41,3 mkgf de torque a partir das 1.750 rpm. O câmbio é manual de seis velocidades.

Ford Transit tem estribo com acionamento elétrico

De acordo com a marca, o conjunto conta com turbo de geometria variável e intercooler. Além disso, há correia de sincronismo banhada a óleo e virabrequim projetado para reduzir atrito e ruído, entre outros recursos. Assim, foi possível ampliar para 20 mil km o intervalo de troca de óleo do motor. O chassi, por sua vez, é construído com chapas de aço reforçadas.

A nova Ford Transit tem 5,53 metros de comprimento e 3,3 m de distância entre os eixos. Além disso, o  peso em ordem de marcha é de 2.045 kg. O modelo tem duas portas na dianteira, porta lateral corrediça e porta dupla na traseira com abertura total. Conforme a Ford, trata-se do único modelo do segmento com estribo lateral com comando elétrico de série. O acionamento é feito por meio de botão no painel.

Quando está fora de uso, o dispositivo fica alojado sob o assoalho da van. No quesito segurança também há barras de apoio nos dois lados da entrada. Bem como cintos de segurança de três pontos em todas os assentos. Aliás, os bancos são reclináveis e têm apoio de braço ajustável.

Van tem comportamento de automóvel

Antes de assumir o volante, fui de carona na prova de slalom, ou ziguezague, curto e médio. Assim, já deu para entender como é o comportamento dinâmico da carroceria em caso de mudanças bruscas de trajetória. Sobre asfalto molhado e rodando entre 60 e 80 km/h, não foi preciso trocar de marcha. Ou seja, todo o exercício foi realizado em terceira marcha.

As manobras são facilitadas pela direção com assistência elétrica. Como resultado, o sistema deixa o volante leve em manobras e firme em velocidades altas. Contribui com o bom resultado o diâmetro de giro de 14,5 metros. Segundo a Ford, esse número é cerca de 12% inferior a das concorrentes. Há ainda câmera atrás que projeta imagens na tela de 8 polegadas instalada no painel dianteiro.

A tração é traseira e garante bom equilíbrio ao modelo. Aliás, a suspensão traseira com feixe de molas torna a condução bem confortável. Assim, mesmo rodando em um trecho que simula pavimento ruim a van é firme e gostosa de dirigir. Aliás, a sensação é de estar dirigindo um automóvel. Contribui com isso o baixo nível de ruído que, segundo a Ford é até 20% inferior ao da concorrência.

Continua depois do anúncio

Soluções tecnológicas modernas

O sistema de freios foi muito bem dimensionado. Há discos nas quatro rodas, sendo que os dianteiros são ventilados. Há ainda sistema start&stop, que desliga e religa o motor automaticamente em paradas de semáforo, por exemplo. Como resultado, reduz o consumo de diesel. No mesmo sentido, a nova Ford Transit conta com três modos de condução. Ou seja, normal, econômico e para piso escorregadio.

Conforme a marca, as mudanças nas respostas dependem de vários parâmetros. Por exemplo, variam de acordo com o mapa do módulo eletrônico do motor, bem como a curva de aceleração e o ajuste do ar-condicionado. O sistema, aliás, é um dos muitos voltados ao conforto dos ocupantes. Nesse sentido, todos os comandos ficam à mão do motorista.

Além disso, o volante multifuncional tem regulagem de altura e profundidade. Assim como o banco do motorista pode se ajustado em quatro posições. Bem como apoio de braço ajustável. Por sua vez, a tela de 4" no painel de instrumentos é fácil de ler. E facilita conferir as informações sobre o funcionamento da nova Ford Transit.

Sistemas de condução semiautônoma

Da mesma fora, a cabine conta com vários nichos para copos e garrafas. Além disso, há porta-documentos e um amplo compartimento sob o banco do passageiro da frente. Assim, dá para guardar uma mochila ou ferramentas, por exemplo. Outro bom recurso é a possibilidade de baixar o encosto do banco do passageiro que vira uma mesinha de trabalho.

A nova Ford Transit também traz um moderno pacote de tecnologias de assistência ao motorista. Nesse sentido, há câmeras e até radar, além de controlador de velocidade adaptativo. Frenagem automática de emergência, assistente de permanência em faixa de rolamento e detector de presença também fazem parte dos itens ligados à condução semiautônoma.

Entre os destaques também há controles eletrônicos de estabilidade e tração. Bem como sistema que reduz o risco de capotamento, de distribuição de torque em curvas e adaptativo de carga. Outro recurso que chama a atenção é o de estabilização de vento lateral. E também o de assistência de partida em rampas íngremes.

Conectividade facilita a vida do usuário

De acordo com a marca, a conectividade é um dos trunfos da nova Ford Transit. O dispositivo vem de série e é integrado à arquitetura elétrica do modelo. Assim, facilita o controle de manutenção periódica, entre outros. Como resultado, por meio do aplicativo FordPass é possível checar várias funções da van por meio do telefone celular.

Por exemplo, dá para agendar serviços de forma online. Bem como localizar o veículo em tempo real e gerar relatórios para ajudar no gerenciamento do negócio. Conforme a marca, o sistema pode enviar, de modo automático, mais de três mil alertas de falha. Isso facilita a precisão e a agilidade de diagnósticos. Dependendo do código de erro, a marca recebe o aviso e entra em contado com o cliente.

Além disso, a divisão de veículos comerciais da Ford oferece novas opções de assistência técnica. Por exemplo, o cliente pode falar diretamente com o time da oficina da concessionária. Bem como pode receber orientação remota, atendimento no local ou serviço de guincho.

A nova Ford Transit também tem central multimídia de série com sistema SYNC Move. O dispositivo tem tela sensível ao toque, é compatível com Android Auto e Apple CarPlay e conta com Bluetooth. Além disso, permite baixar aplicativos como o Waze. Quando o equipamento está pareada com o celular do usuário, surge na tela um botão 0800 que permite ligar diretamente para a assistência da fabricante.

Veredicto

A nova Ford Transit traz uma ampla lista de equipamentos. Sendo que vários são exclusivos. Além disso, os sistemas semiautônomos e de conectividade garantem segurança ao cliente. Bem como ajudam a gerenciar o trabalho de forma mais eficiente. Portanto, esses são os trunfos da marca para tentar reconquistar o consumidor brasileiro.

Ficha Técnica Ford Transit 14+1

Ford Transit