Notícias

Ford cria divisão focada em veículos comerciais

Ford Pro será responsável por toda linha de veículos comerciais da marca, incluindo a picape Ranger e a Transit, que logo virá ao Brasil

Redação

31 de mai, 2021 · 4 minutos de leitura.

Ford Transit vai usar HVO Na Europa" >
Crédito:Ford/Divulgação

A Ford anunciou uma nova divisão global focada em veículos comerciais. A Ford Pro vai centralizar todos os negócios do segmento, incluindo serviços e distribuição dos produtos. Segundo a empresa, isso aumentará o tempo de operação dos veículos e reduzirá os custos de propriedade no transporte.

De acordo com a companhia, a Ford Pro será responsável pela Série F. Ou seja, a família de veículos mais vendida nos Estados Unidos há anos. Esse modelos já foram vendidos no mercado brasileiro. Um dos mais recentes foi a picape F-250.

Você também vai gostar de


Leia também: Transportadoras digitais avançam na pandemia

Além disso, ficarão sob o guarda-chuva da Ford Pro a Ranger e a linha Transit. A picape média é feita na Argentina e continua à venda no Brasil. Portanto, é um dos poucos produtos da fabricante, que deixou de produzir veículos no País.

Ford trará nova Transit ao Brasil

Assim como a Transit. A linha de furgões e vans também já foi vendida no Brasil. Segundo a Ford, o modelo voltará ao mercado em breve. Para isso, a produção ficará concentrada no Uruguai. Ou seja, na planta da Nordex, que também monta o Citroën Jumpy, o Peugeot Jumper e o Kia Bongo.

Além desses modelos, a Ford Pro será responsável por futuros veículos eletrificados da Ford. Dessa forma, farão parte a e-Transit (abaixo) e a F-150 elétrica. A primeira entrou em fase final de testes. A picape elétrica acaba de ser lançada nos EUA na versão Lightining.

Além de veículos, a nova divisão da Ford vai oferecer serviços digitais. Assim como físicos, de modo a poder gerenciar as frotas dos clientes. Bem como englobará uma área dedicada ao financiamento de veículos, serviços e recarga de elétricos.

Serviços integrados

Dessa forma, a Ford pretende obter uma receita de US$ 45 bilhões até 2025. Ou seja, R$ 236 bilhões na conversão direta, sem impostos. A projeção está baseada na oferta de novos veículos comerciais. Nesse sentido, haverá modelos eletrificados e com motor a combustão.

Além disso, a empresa vai ampliar a oferta de sistemas de carregamento de veículos eletrificados. Nesse sentido, haverá tanto carregadores públicos quanto domésticos. Bem como serão oferecidos novos recursos digitais integrados nos veículos da marca.

Por fim, a Ford também vai expandir sua rede de distribuidores de veículos comerciais. Nesse sentido, a marca promete mais 120 pontos de atendimento. Contudo, a maioria será nos Estados Unidos. A marca também planeja ter 1.200 veículos para atendimento móvel até 2025.