Redação:

Roubos de carga e acidentes nas estradas caem com pandemia

O número de registros de roubos de carga nas rodovias federais caiu 19%, informa o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, com base em levantamento feito pela PRF

Roubos de carga
Crédito: Mercedes-Benz/Divulgação

O número de registros de roubos de carga nas rodovias federais caiu 19%. A queda foi causada pela pandemia do novo coronavírus. Os dados são da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e foram divulgados nesta segunda-feira (13) pelo Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Receba no seu e-mail as principais notícias do dia sobre o coronavírus  

O isolamento social em vigor em boa parte do País colaborou para a redução. Isso porque houve retração na atividade de transporte de cargas, assim como na quantidade de veículos que circulam pelas rodovias do País.



O levantamento da PRF foi feito entre os dias 11 de março a 12 de abril. O resultado foi então comparado com o mesmo período do ano passado. A queda no número de registros de roubos a ônibus no período foi de 49%.

Com a queda do movimento nas rodovias, número de acidentes e de casos de roubo de carga caiu

Queda não se restringe aos roubos de carga

A redução não se restringe ao roube de carga. O número de acidentes registrados nas estradas federais 28%. No caso de acidentes graves, a queda foi de 23%.

Em relação ao mesmo período do ano passado, o número de pessoas ferias teve retração de 30%. Os registros de óbitos caíram 7%.

“Os dados podem ser atribuídos à redução do tráfego nas rodovias federais. Isso gera dificuldades logísticas e de planejamento por parte dos criminosos”, diz Moro. O ministro destacou que a redução ajudou a diminuir a pressão sobre o sistema de saúde.

Houve queda, por exemplo, na demanda por leitos em Unidades de Terapia Intensiva. Trata-se de um alento. Isso porque as UTIs estão sendo preparadas para receber os pacientes vítimas da covid-19.

Criminalidade nas rodovias

O índice de criminalidade nas rodovias variam conforme o Estado, segundo Moro. Em alguns houve aumento e em outros, redução do número de casos registrados.

O Ministro lembra que os dados obtidos até agora são parciais. De acordo com ele, é cedo para concluir que haverá queda nos índices de roubo de carga e acidentes durante o período de quarentena.

Notícias relacionadas