Andrea Ramos

15/05/2020 - 4 minutos de leitura.

Produção de caminhões tem queda de mais de 95% em abril

A queda na produção de caminhões em abril, mês em que todas as fábricas permaneceram paradas, foi de 95,2%, o pior resultado do setor no País em mais de 60 anos

A queda de 99% na produção de veículos automotores, somando automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, é a maior desde 1957
Crédito: Volvo/Divulgação

A produção de caminhões no Brasil teve queda de 95,2% em abril na comparação com março. A retração é resultado da paralisação das fabricantes para conter a disseminação do novo coronavírus. No fim de abril, marcas como a Scania e a Volkswagen reativaram suas plantas no País. Mas o resultado da retomada só será conhecido no início de maio.



No acumulado de janeiro a abril de 2020, a queda na produção foi de 26,5%. Em números absolutos, no mês de abril foram produzidos somente 400 caminhões. As informações são da Anfavea, associação que reúne as fabricantes de veículos instaladas no Brasil.

LEIA TAMBÉM:VENDAS DE CAMINHÕES CAEM 40% EM ABRIL

Vendas de caminhões caíram 38,6%

Na comparação com abril de 2019, a retração foi de 95,7%. No mesmo mês do ano passado as fabricantes de caminhões produziram 9.400 unidades no País.

No número de licenciamentos, as fabricantes de caminhões também registraram queda em abril. Ao somar o resultado de todas as empresas, o recuo foi de 38,6% na comparação com as vendas de março.

Produção da indústria em abril

Em abril, praticamente todas as fábricas de veículos do Brasil permaneceram paralisadas. Por isso, apenas 1,8 mil veículos foram produzidos. Esse número inclui automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

A queda foi de 99% em relação aos dados do mês de março deste ano e de 99,4% na comparação com abril de 2019. Segundo o presidente da Afavea, Luiz Carlos Moraes, trata-se do pior resultado do setor no País desde 1957.

Produção de ônibus

A produção de ônibus em abril recuou 85,8% na comparação com abril de 2019. Em números absolutos foram feitas 396 unidades ante as 2.798 fabricadas em abril de 2019. No acumulado de janeiro a abril de 2020, a produção de ônibus sofreu um recuo de 28,5%.

Por segmento, os ônibus rodoviários foram os mais impactados pela queda na produção. A retração foi de 92,9% em relação a março. Foram feitas apenas 43 unidades em abril, ante as 606 fabricadas em março.

No caso dos ônibus urbanos, em abril a produção recuou 83,9% na comparação com março. Foram fabricadas somente 353 unidades, ante as 2.192 produzidas em março.

Notícias relacionadas