Andrea Ramos:

Vendas de caminhões caem 40% no mês de abril

As vendas de caminhões foram impactadas pela pandemia da covid-19, gerando a queda de 40% das vendas em abril se comparada ao mês de março

Vendas de caminhões retraíram 40% em abril
Crédito: Volvo/Divulgação

As vendas de caminhões novos no Brasil recuaram 40,02% em abril na comparação com o mês de março. No mês passado foram emplacadas 3.910 unidades, ante as 6.519 registradas em março. No acumulado do ano, a queda foi de 19,19%.



No primeiro quadrimestre de 2020 foram vendidos 24.134 caminhões. Em igual período em 2019 foram emplacadas 29.864 unidades. Os números foram divulgados pela Fenabrave, federação que reúne as associações de concessionárias de veículos do País.

No ranking por marca, a Mercedes-Benz liderou as vendas de caminhões em abril. Ela conquistou 31,07% de participação de mercado. O segundo lugar ficou com a Volkswagen, com 26,91%. Depois há a Volvo (18,80%), Scania (7,65%) e Iveco (6,60%). A DAF aparece na sexta posição, com 4,48% do mercado. A MAN Latin America está na sétima posição, com 3,04%.

Caminhões pesados são mais vendidos

O segmento de pesados representa a maior parte das vendas com 47,77% de participação em abril. Em seguida está o de semipesados com 29,38%, e os médios vêm na sequência com 9,34%. Os leves representam 9,21% e os semi-leves 4,30%.

Por modelo, o Volvo FH 540 foi o caminhão mais vendido do País nos primeiros quatro meses de 2020. Somando as vendas do FH 460 e do FH 500 que estão no ranking dos 10 modelos mais vendidos, a Volvo fica com a liderança de emplacamentos de caminhões pesados no Brasil.

Juntos, os três tiveram 3.220 unidades emplacadas no acumulado de janeiro a março. No mês passado, a marca sueca entregou 276 unidades do FH 540.

Os semipesados ganharam mais representatividade entre os mais vendidos

Neste mês de abril os modelos semipesados Volvo VM 270 e Mercedes Atego 2426, junto com o Constellation 24.280, apareceram no ranking dos mais vendidos. O aumento da atividade de transporte em segmentos da distribuição (como o fármaco e alimentício) durante a quarentena em alguns estados colaborou para o incremento nesse segmento. Soma-se a isso a queda nas vendas dos caminhões pesados que pode ter ajudado os semipesados a ganharem evidência.

Vendas de caminhões – os dez mais (abril /acumulado)

MARCA/MODELO ABR. ACUM.
1º VOLVO FH 540 276 1.671
2º VOLVO FH 460 171 1.258
3º VOLKSWAGE 11.180 153 1.184
4º DAF XF105 159 1.001
5º VOLKSWAGEN 24.280 209 1.000
6º VOLKSWAGEN 9.170 120 851
7º SCANIA R450 109 780
8º MERCEDES-BENZ ACTROS 2651 106 677
9º MERCEDES-BENZ ATEGO 2651 107 657
10º VOLVO VM 270 102 523

Os dez caminhões pesados mais vendidos

MARCA/MODELO  ABR. ACUM.
1º VOLVO FH 540  276 1.671
2º VOLVO FH 460  171 1.258
3º DAF XF105  159 1.001
4º SCANIA R450  109 780
5º MERCEDES-BENZ ACTROS2651  106 677
6º MERCEDES-BENZ AXOR 3344  26 653
7º SCANIA R500  88 499
8º MERCEDES-BENZ AXOR 2544  53 377
9º MERCEDES-BENZ ACTROS 2546  47 372
10º VOLVO FH 500 42 291

Os dez caminhões semipesados mais vendidos

MARCA/MODELO ABR. ACUM.
1º VOLKSWAGEN 24.280 209 1.000
2º MERCEDES-BENZ ATEGO 1719 90 725
3º MERCEDES-BENZ ATEGO 2426 107 657
4º VOLVO VM 270 102 523
5º MERCEDES-BENZ ATEGO 3030 71 289
6º VOLKSWAGEN 17.190 79 272
7º VOLKSWAGEN 26.280 47 271
8º ATEGO 2430 36 245
9º VOLVO VM 330 29 231
10º VOLKSWAGEN 17.230 33 221

Os dez caminhões médios mais vendidos

MARCA/MODELO ABR. ACUM.
1º VOLKSWAGEN 11.180 153 1.184
2º MERCEDES-BENZ ATEGO 1419 51 172
3º MERCEDES-BENZ ACCELO 1316 24 138
4º VOLKSWAGEN 13.180 23 131
5º VOLKSWAGEN 13.190 15 123
6º VOLKSWAGEN 14-190 77 105
7º IVECO TECTOR 11-190 19 90
8º FORD CARGO 1110 1 19
9º MERCEDES-BENZ 1418 2 18
10º VOLKSWAGEN 15.210 0 3

Os dez caminhões leves mais vendidos

MARCA/MODELO ABR. ACUM.
1º VOLKSWAGEN 9.170 120 851
2º MERCEDES-BENZ ACCELO 815 77 683
3º MERCEDES-BENZ ACCELO 1016 95 621
4º IVECO TECTOR 9-190 34 106
5º IVECO DAILY 70C17 18 83
6º FORD F4000 3 54
7º FORD CARGO 816 8 52
8º VOLKSWAGEN 9.160 0 49
9º HYUNDAI HD 80 5 33
10º MERCEDES-BENZ ACCELO 915 0 19

Os dez caminhões semi-leves mais vendidos

MARCA/MODELO ABR. ACUM.
1º MERCEDES-BENZ SPRINTER 415 20 560
2º MERCEDES-BENZ SPRINTER 416 53 250
3º MERCEDES-BENZ SPRINTER 515 16 136
4º VOLKSWAGEN 6.160 36 143
5º MERCEDES-BENZ SPRINTER 516 22 85
6º IVECO DAILY 55C17 3 41
7º FORD F350 1 18
8º IVECO DAILY 65-170 6 7
9º IVECO DAILY 45-170 6 6
10º VOLKSWAGEN 4.150 0 4


Vendas de ônibus caíram 30%

Em ônibus 460 chassis foram vendidos em abril. Isso representa uma queda de 64,48% na comparação com as 1.295 unidades emplacadas em março.

Vendas de ônibus também caíram 30% em abril se comparar com o mês de março

No acumulado dos quatro primeiros meses do ano foram vendidos 5.754 chassis no País. A soma de janeiro a abril de 2019 totaliza 8.335 unidades vendidas. Os números de vendas de 2020 representam queda de 30,97% ante as do mesmo período de 2019.

Notícias relacionadas