Você está lendo...
Dirigimos o novo Iveco Daily 35-160 com motor Euro 6
Avaliação

Dirigimos o novo Iveco Daily 35-160 com motor Euro 6

Iveco Daily 35-160 ganhou motor com mais potência e torque e está até 6% mais econômico, além de novo desenho, acabamento caprichado e ampla lista de itens de série e opcionais

Andrea Ramos

15 de abr, 2022 · 9 minutos de leitura.

Dirigimos o Iveco Daily 35-160 Euro 6
Dirigimos o Iveco Daily 35-160 Euro 6
Crédito:Leo Souza/Estadão
Dirigimos o Iveco Daily 35-160 Euro 6

Desde 1º de janeiro de 2022, o Iveco Daily nas versões de carga, furgão e chassi-cabine, é oferecido com novo motor no Brasil. Assim, atende as normas do Proconve P8, fase equivalente à Euro 6, que acabam de entrar em vigor no País. De acordo com a fabricante, além de ser menos poluente, o quatro-cilindros turbodiesel ficou até 6% mais econômico. Porém, o preço subiu em torno de 10% em relação ao do modelo anterior. Portanto, a opção chassi-cabine, com a avaliada, agora parte de cerca de R$ 223 mil.

LEIA TAMBÉM: Mercedes-Benz deixa motor OM 471 do Actros mais forte e econômico

Seja como for, além das melhorias feitas no quatro-cilindros, a Iveco implementou outras atualizações na linha Daily. Vale lembrar que o modelo tem Peso Bruto Total (PBT) de 3,5 toneladas e rodado simples. Assim, pode ser dirigido por motoristas com CNH da categoria B.


Assim, o Estradão avaliou a versão chassi-cabine. Ou seja, a líder de vendas do segmento no País, De acordo com dados da fabricante, sua participação de mercado é de 35%. Segundo a empresa, isso é resultado da boa-fama do modelo, reconhecido pela sua robustez.

Nesse sentido, a versão 35-160 traz chassi com longarinas de 5 mm de espessura. Isso se traduz em ganho de 200 kg na capacidade de carga. Segundo a Iveco, o PBT técnico é de 4.400 kg.

Iveco Daily 35-160 mais evoluída

Dirigimos o Iveco Daily 35-160 Euro 6
Leo Souza/Estadão

Com os novos ajustes, o motor do Iveco Daily 35-160 ganhou 10 cv. Fornecido pela FPT, o F1C MAX de 2.998 cm³ agora gera 160 cv a 3.000 rpm e 39 mkgf de torque entre 1.600 e 2.900 rpm. O quatro-cilindros em linha tem sistema de injeção eletrônica common rail e turbo de geometria variável (VGT).

Além disso, para atender as novas normas de emissões, o motor recebeu as tecnologias SCR e EGR. Ou seja, a primeira é um catalizador e a outra faz a recirculação dos gases de escape. Conforme a fabricante, isso garantiu 3% de redução de consumo de diesel. Segundo a Iveco, os outros 3% são resultado das melhorias feitas, por exemplo, no desenho, que ficou mais aerodinâmico.

A cabine também foi atualizada. O volante tem novo desenho e traz comandos do computador de bordo e do rádio. O painel de instrumentos tem novo grafismo, mais colorido. Da mesma forma, no centro do painel fica a tela de 3,5 polegadas da central multimídia. O sistema, semelhante ao presento em automóveis, permite checar dados de funcionamento do veículo em tempo real.


Os bancos têm novo desenho, além de apoios de cabeça e assentos maiores. Da mesma forma, a espuma tem maior densidade. Além disso, há regulagem de altura e profundidade. Entre os vários porta-objetos, um nicho sob os assentos dos passageiro tem 80 litros de capacidade.

Dirigimos o Iveco Daily 35-160 Euro 6
Leo Souza/Estadão

Ao volante

A bordo, chama a atenção o baixo nível de ruído. Na aferição, o decibelímetro cravou 70 dBA. Isso com o Iveco a 50 km/h, em terceira marcha, com o motor girando em torno das 1.100 rpm. Na faixa verde, ou seja, em que o quatro-cilindros trabalha de forma mais eficiente, a rotação varia de 1.500 a 2.400 rpm.


Em outras palavras, trata-se de uma ampla faixa de rotação. E, mesmo rodando a 90 km/h, com a sexta marcha engatada, o quatro-cilindros não passou de 1.450 rpm. Segundo a Iveco, isso é resultado da adoção de um eixo mais longo, com relação de 3,73:1.

E, embora o Daily 35-160 seja direcionado a operações urbanas, ele vai bem em rodovias. Nesse sentido, a transmissão manual de seis velocidades fornecida pela ZF é uma grande aliada. De acordo com a marca, a quinta e a sexta marchas funcionam como overdrive.

Por outro lado, em arrancadas o Daily demora um pouco a embalar. Porém, vale ressaltar que o Daily estava totalmente carregado. Seja como for, após deslanchar, o caminhão mostra boa desenvoltura.


A suspensão é bem acertada. Na dianteira, o sistema é independente e na traseira, tem mola semielíptica. Assim, entrega bom nível de conforto e filtra as irregularidades do piso de forma eficiente.

Dirigimos o Iveco Daily 35-160 Euro 6
Leo Souza/Estadão

Dirigibilidade

Do mesmo modo, é um veículo fácil de manobrar. O modelo avaliado estava com um baú e tinha distância entre os eixos de 3.520 mm. Há uma versão de 3.750 mm. A largura, de 2.429 mm incluindo os retrovisores, também facilita a circulação em vias urbanas. Aliás, a altura 2.233 mm também dá boa sensação de segurança. Isso porque permite ver o que acontece no trânsito à frente. Colabora com isso a ampla área envidraçada.


Portanto, isso contribui com a segurança. Aliás, nesse sentido o Daily é bem equipado. Entre os destaques, traz controles eletrônicos de tração e estabilidade, freio com assistência hidráulica e sistema de auxílio em saídas de rampa. Bem como freios com ABS e EBD e controle de tração, entre outros.

Aliás, o sistema tem disco nas quatro rodas. Os da dianteira são ventilados e os traseiros, sólidos. As rodas são de aço nas medidas 6,5?x16,0?. Já os pneus são 225/75 R16 na frente e atrás. A capacidade do tanque de diesel é de 90 litros e o do Arla tem 17 l.

Na lista de opcionais há indicador de pressão de pneus e acionamento automático dos limpadores de para-brisa e faróis, por exemplo.


No visual, a nova grade dianteira é igual à das versões europeias. Já os faróis contam com função cornering. Ou seja, as luzes de neblina, acionadas automaticamente, apontam na direção para a qual o volante é apontado. Dessa forma, ilumina melhor o trajeto em curvas, por exemplo.

Veredicto

Os atributos da linha Iveco Daily foram mantidas na nova geração. Ou seja, a robustez, o conforto e a boa dirigibilidade. Agora, com as atualizações, o modelo 35-160 ganhou recursos eletrônicos, mais tecnologia e motor que garante redução do consumo de diesel. Isso sem comprometer as boas respostas em vias rápidas. Portanto, trata-se de uma boa opção para operações de transporte urbano. Bem com rodoviárias de curta distância.

Dirigimos o Iveco Daily 35-160 Euro 6
Leo Souza/Estadão

Ficha técnica

Fonte: Iveco