Notícias

Mercedes-Benz deixa motor OM 471 do Actros mais forte e econômico

O motor Mercedes-Benz OM 471 chega a sua terceira geração na Europa. E a expectativa é que esse motor atenda a Euro 6 no Brasil também

Redação

12 de abr, 2022 · 5 minutos de leitura.

Mercedes-Benz 0M 471 do Actros
Mercedes-Benz 0M 471 do Actros
Crédito:Mercedes-Benz/Divulgação
Mercedes-Benz 0M 471 do Actros

O Mercedes-Benz OM 471, motor mais parrudo da marca, recebeu atualizações. Segundo a empresa, o destaque da terceira geração do seis-cilindros é a redução de consumo do diesel, de até 4%. Ao mesmo tempo, o toque será 200 Nm (20,5 mkgf) maior. De acordo com a Mercedes-Benz, o novo OM 471 chega em outubro ao mercado europeu. Porém, ainda não há informações sobre o lançamento no Brasil.

Seja como for, em janeiro de 2023 entrará em vigor no Brasil o Proconve Fase 8, equivalente à Euro 6. Dessa forma, é possível supor que o OM 471 renovado virá ao País. Afinal, trata-se do motor que equipa a linha Actros nacional. Aliás, o novo motor já atende a norma Euro 6E. Em síntese, trata-se de uma evolução das leis de controle de emissões de poluentes por veículos na Europa.

LEIA TAMBÉM: Aceleramos: novo VW Constellation 25.460 tem motor maior e custa R$ 630 mil


Mercedes-Benz OM 471 tem várias novidades

De acordo com a área de engenharia da Mercedes-Benz, o motor traz várias novidades. Nesse sentido, a cavidade do pistão foi redesenhada. Além disso, os bicos injetores e o cabeçote receberam atualizações. ganharam novos parâmetros. O que possibilitou a redução do consumo de diesel.

Para isso, a taxa de compressão aumentou, saindo de 18,3:1 para 20,3:1, resultando em uma combustão mais eficiente com um pico de pressão de 250 bar. Uma nova válvula de controle de pressão do óleo do motor com um atuador elétrico ajuda a reduzir a resistência interna. 

Além disso, o Mercedes-Benz OM 471 chega com um novo óleo de baixa viscosidade. Segundo a marca, o lubrificante minimiza as perdas por atrito.


Como resultado, o sistema de pós-tratamento dos gases de escape ajuda o motor acelerar mais facilmente com menos contrapressão. Dessa forma, o NOx é melhor convertido por meio da regulação do Adblue (Arla 32). 

Para o gerente de projeto da Daimler Truck, Christoph Mertens, o novo motor traz economia, sem sacrificar o desempenho, a dinâmica de condução ou mesmo o conforto do veículo. "Com isso, nosso objetivo é reduzir o custo total de propriedade a partir do baixo consumo de combustível?, diz.

Mercedes-Benz 0M 471 do Actros
Daimler Truck/Divulgação

Dois novos turbocompressores e uma caixa renovada

Ademais, de acordo com Mertens, a maior mudança diz respeito ao turbocompressor. Ou seja, o motor chega com dois turbocompressores novos. O que ajuda a otimizar o consumo de diesel.

O novo propulsor da Mercedes-Benz OM 471 na Europa ganha as versões de potência de 450 cv, 476 cv e 530 cv. E trabalha em conjunto com a transmissão G281 PowerShift Advanced, que também traz novidade.

Além das velocidades de 7 e 12 marchas automatizadas, a seleção de marcha está mais precisa. Portanto, culminando na aceleração e troca de marchas mais rápidas. O que deve reduzir em até 40% as quebras de força de tração na faixa superior . 


Do mesmo modo, os parâmetros do pedal do acelerador foram ajustados na área mais sensível no curso inferior do pedal. Assim, na hora de fazer manobras, por exemplo, o condutor conta com uma resposta mais direta.