Notícias

Caminhão elétrico VW e-Delivery tem preço maior que Volvo FH 540

Novo Volkswagen e-Delivery custa entre R$ 780 mil e R$ 980 mil. Com valor do caminhão elétrico dá para comprar o Volvo FH e o Delivery 9.180

Redação

20 de jul, 2021 · 6 minutos de leitura.

Partindo de R$ 780 mil, VW lança linha de financiamento para o e-Delivery" >
e-Delivery
Crédito:VWCO/Divulgação
Partindo de R$ 780 mil, VW lança linha de financiamento para o e-Delivery

O e-Delivery, da Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO), está disponível para venda desde a semana passada, com preço sugerido a partir de R$ 780 mil. Ou seja, mais caro do que o Volvo FH 540 na versão traçada. O caminhão mais vendido do Brasil custa R$ 717,2 mil, segundo a Fipe.

Porém, o Volvo 6x4 pode puxar até 74 t de peso bruto total combinado (PBTC). Ou seja, traciona composições do tipo bitrem e rodotrem. Já o e-Delivery de entrada tem PBT 11 t. E o preço vale para a versão com três packs de baterias. Assim, entrega autonomia para rodar 110 km.

Contudo, com 6 packs de baterias, a mesma versão custa R$ 967 mil. Mas é capaz de rodar até 250 km. Se o transportador optar pela versão do e-Delivery de maior capacidade, ou seja, com 14 t de PBT, o preço sobe para R$ 765 mil, com 3 packs de baterias e autonomia de 110 km. Se quiser a versão com maior autonomia, a de 6 packs de baterias, o preço sobe para R$ 980 mil.

Enfim, com esse valor da para comprar o Volvo FH mais topo de linha do País. E ainda sobram R$ 262,8. Com esse valor é possível comprar o e-Delivery 9-170, que custa R$ R$ 256,9 mil.

O preço da nova tecnologia

A tecnologia elétrica é nova no País e a baixa demanda justificam os preços. Contudo, segundo estimativas da Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE), um caminhão elétrico urbano (VUC) já se torna rentável no quinto ano de operação para clientes que rodam mais de 150 km dia. Quando se analisa todos os custos de operação (TCO) do caminhão.

Nesse sentido, a ABVE realizou um comparativo. Dessa forma, considerou dois caminhões com PBT de 23 t. Porém, um movido a diesel e outro elétrico. Levando em conta que ambos rodam 100 km por dia, durante 26 dias. O custo com diesel do modelo a combustão é de R$ 55,7 mil no ano. Já o elétrico terá custo de energia de R$ 28,5 mil no ano.

Já quando se trata de manutenção, o custo do modelo movido a diesel é de R$ 28 mil. Enquanto que a manutenção do caminhão elétrico custa no ano R$ 15,4 mil. Vale lembrar que o motor do caminhão elétrico não tem a quantidade de peças como o motor a combustão como pistões, virabrequim, comandos de válvulas etc. Tornando a manutenção menos complexa.

Novos e-Delivery podem ser financiados

A Volkswagen Financial Services criou um pacote a fim de dar acesso ao crédito para a compra do caminhão 100% elétrico.

Nesse sentido, a instituição financeira está oferecendo o Finame Baixo Carbono. Ou seja, uma linha destinada à compra de bens que tenham por finalidade maior a eficiência energética. Logo, contribuam para a redução da emissão de gases do efeito estufa.

Dessa forma, o Finame Baixo Carbono traz carência de até 12 meses, com prazo total de até 60 meses. Podendo financiar 100% o valor do veículo com produtos TFB, TLP e SELIC.

Entretanto, o cliente pode optar pelo Crédito Direto ao Consumidor (CDC). Essa linha de crédito também dispõe de carência de até 12 meses (pagamento único). Bem como prazo de até 60 meses, sendo 12 de carência e 48 prestações. E valor 100% financiado.

Continua depois do anúncio

Gestão de frota

O banco digital da VWCO em parceria com a Volkswagen Financial Services Brasil, disponibiliza o Trucker Pay. Uma plataforma de soluções financeiras e serviços com a finalidade de conectar e facilitar a gestão da transportadora. Desse modo, a ferramenta também estará disponível para todos clientes donos do e-Delivery.