UPS compra 10 mil furgões elétricos de entrega da Arrival

Os 10 mil furgões elétricos encomendados pela UPS à arrival serão entregues até 2025. A USP também fez parceria com a Waymo para testar veículos autônomos

UPS
UPS1 Crédito: ARRIVAL/DIVULGAÇÃO

A United Parcel Service (UPS) encomendou 10 mil furgões elétricos à Arrival e fez uma parceria com a Waymo. A Arrival é uma fabricante de veículos elétricos da Inglaterra que acaba de receber altos investimentos da Hyundai e da Kia. A Waymo pertence ao Google e foca sistemas autônomos de direção. O objetivo da gigante do setor de entregas é reduzir os custos operacionais e também as emissões de poluentes..

O UPS não é a única grande empresa a iniciar a troca da frota de veículos com motor a combustão por elétricos. Há quatro meses a Amazon encomendou 100 mil vans elétricas à Rivian. A gigante do setor de varejo eletrônico tem participação acionária da startup que promete lançar SUVs e picapes elétricos em breve.

O primeiro resultado da parceria entre a UPS e Waymo surgirá no mês que vem. Em março começam os testes com uma Chrysler Pacifica equipada com sistema de condução autônoma. A van será utilizada no centro de distribuição da UPS na cidade de Phoenix, no Arizona. Inicialmente o veículo percorrerá apenas uma rota, mas fará várias viagens por dia.

UPS
ARRIVAL/DIVULGAÇÃO

Vans da UPS têm sistema modular

As vans de entrega que serão fornecidas pela Arrival à UPS tem sistema de construção modular. Essa solução se caracteriza pelo baixo consto de produção, manutenção e personalização. Vamos componentes são intercambiáveis.

Alguns podem ser trocados em menos de 15 minutos. É o caso dos faróis, por exemplo. As peças podem ser utilizadas tanto do lado esquerdo quanto do lado direito do veículo.

Entre os destaques estão os sistemas eletrônicos de assistência ao motorista. É o caso do dispositivo que alerta sobre o risco de colisão e atua automaticamente para evitar acidentes.

Projeto manterá motoristas

Diretor de informações e engenharia da UPS, Juan Perez minimiza o risco de demissões com a adoção das novas tecnologias. De acordo com ele, o sistema da Waymo não substituirá o motorista. E diz que projeto permitirá que a companhia continue desenvolvendo novos modelos de entrega.

Além disso, “podem complementar a maneira como os motoristas trabalham.” Estudos recentes, contudo, apontam que a profissão de motorista é uma das mais ameaçadas pelo avanço das novas tecnologias.

A crescente rede de entrega da Amazon está pressionando a UPS e a rival FedEx, que estão correndo para obter mais lucros com o aumento nas entregas de comércio eletrônico que estão prejudicando seus modelos de negócios.

UPS
ARRIVAL/DIVULGAÇÃO

Frota elétrica será entregue até 2025

As 10 mil vans elétricas deverão ser integradas à frota da UPS até 2025. As primeiras unidades chegarão às ruas de Paris, Londres e algumas cidades dos EUA no segundo semestre deste ano.

A substituição de veículos com motor a combustão visa atender as normas de emissões cada vez mais rígidas, sobretudo na Europa. Na virada de 2018 para 2019, representantes dos 28 países membros do Parlamento Europeu estabeleceram que as emissões de poluentes deverão ser reduzidas em 15% até 2025. Para 2030 a meta é chegar a 37,5% de redução.

isso ajudará os países europeus a alcançar os objetivos do Acordo de Paris. O tratado foi assinado em dezembro de 2015 por 195 países e prevê a implantação de medidas para diminuir a emissão de dióxido de carbono. Esse gás é um dos principais vilões do aquecimento global.

 

 



Notícias relacionadas