Redação

31.08.2020 | 11:42 Atualizado: 30.08.2020 | 21:42

Marcopolo amplia proteção contra o coronavírus em ônibus

Itens como totem com medição de temperatura e verificação de uso de máscara, além de tapetes sanitizados passam a ser oferecidos para ônibus novos e usados

Para combater coronavírus, Marcopolo amplia soluções de biossegurança para ônibus
Crédito: Marcopolo /Divulgação

A Marcopolo vai oferecer novas soluções de biossegurança em seus ônibus urbanos. As inovações foram desenvolvidas para tornar mais seguro o transporte de passageiros. Segundo informações da empresa, essas soluções ajudam a reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus.

Entre as novidades há controlador de acesso com reconhecimento facial, tapetes sanitizantes, poltronas, balaústres e pega-mãos com acabamento antimicrobiano. Outro destaque é um dispositivo para as janelas que amplia a renovação do ar. A empresa também oferece uma nova configuração interna que visa o distanciamento entre os passageiros.

LEIA TAMBÉM: Marcopolo cria sistema que desinfeta sanitário de ônibus com luz ultravioleta

O totem com reconhecimento facial pode ser instalado na entrada do ônibus (abaixo) e em terminais de transporte. A câmera mede a temperatura do passageiro e verifica o uso de máscara de proteção. Os tapetes sanitizantes, umedecidos com produto para desinfecção, higienizam os calçados dos passageiros no acesso ao interior do veículo.

As poltronas, balaústres e pega-mãos têm acabamento que garante a desinfecção dos locais de contato das mãos. Essas medidas reduzem os riscos de contaminação por vírus e bactérias, de acordo com informações da encarroçadora.

Os aditivos antimicrobianos são incorporados ao ônibus durante o processo de fabricação. E têm nanopartículas que liberam íons capazes de destruir a membrana celular de micro-organismos. Isso elimina o risco desses micróbios.

Ônibus com renovação do ar a cada três minutos

A Marcopolo também desenvolveu um dispositivo que permite maior captação de ar. Mesmo se os passageiros fecharem as janelas, o sistema garante a renovação total do ar a cada três minutos. Uma das novidades para ônibus urbanos é a configuração para distanciamento de passageiros.

Trata-se de uma solução composta por por adesivos que são colados no assoalho do veículo. Essa marcação indica a distância segura entre os ocupantes do salão que estiverem de pé.

O transporte público é considerado como importante foco de risco de contaminação. Por isso, a Marcopolo avalia que as novas soluções ajudarão a proporcionar tranquilidade e bem-estar os usuários.

As tecnologias ampliam o portfólio de recursos de biossegurança que  vêm sendo desenvolvidos pela Marcopolo. A empresa já oferece soluções como desinfecção do ar-condicionado e luz ultravioleta para desinfecção dos sanitários. Há também equipamentos de proteção para motorista e cobrador.

Todos esses equipamentos estão disponíveis para as linhas Marcopolo, Volare e Neobus. Entre os potencias clientes estão os serviços públicos de transporte, como os geridos por prefeituras e secretarias estaduais de transporte. A empresa também mira operadores de transportes de todo o País.

De acordo com informações da Marcopolo, esses itens podem ser adquiridos separadamente ou em conjunto. E também podem ser aplicadas em ônibus usados, que já estão em circulação. Todas as soluções foram testadas e aprovadas pelo Laboratório de Microbiologia da Universidade de Caxias do Sul, no RS, segundo a empresa.

Notícias relacionadas