Você está lendo...
Volvo FH ganha pacote aerodinâmico que reduz consumo entre 3% e 8%
Notícias

Volvo FH ganha pacote aerodinâmico que reduz consumo entre 3% e 8%

Volvo FH agora conta com o pacote Aero, com itens aerodinâmicos e tecnologias que ajudam a reduzir o consumo de combustível na estrada

Redação

28 de abr, 2022 · 6 minutos de leitura.

Volvo FH ganha soluções para ficar de 3% a 8% mais econômico
Volvo FH ganha soluções para ficar de 3% a 8% mais econômico
Crédito:Volvo/Divulgação
Volvo FH ganha soluções para ficar de 3% a 8% mais econômico

O Volvo FH, caminhão pesado mais vendido do Brasil, acaba de receber novas soluções de aerodinâmica e tecnológicas com o "pacote Aero". Assim, segundo a fabricante, a depender da rota e do tipo de operação, a economia de diesel no modelo pode ser de 3% a 8%. De acordo com a engenharia, o kit aprimora pontos específicos do veículo. Dessa forma, além de melhorar a aerodinâmica do cavalo-mecânico, atua em todo o conjunto, incluindo a carreta.

"O combustível é o principal item da planilha de custos do transporte. Com os preços cada vez mais altos, qualquer redução contribui para aumentar a rentabilidade do transportador", diz o gerente de engenharia de vendas da Volvo, Jeseniel Valério.

LEIA TAMBÉM
Agrishow 2022 tem caminhões autônomos de Mercedes-Benz e Scania


Novos componentes melhoram a aerodinâmica

O pacote Aero contempla defletores laterais e de teto, bem como spoiler dianteiro, defletores de chassis e suspensão pneumática. Por fim, o entre-eixos é mais curto - de 3.000 mm e 3.200 mm. Outra novidade está nos para-lamas. O traseiro é integral e contribui para reduzir a turbulência entre a cabine e o implemento. E deixa a estética mais marcante.

Já o para-lama dianteiro do Volvo FH mais envolvente contribui para redução da turbulência na região das caixas de rodas. Ele atua em conjunto com o spoiler e os defletores de chassi.

Volvo FH ganha soluções para ficar de 3% a 8% mais econômico
Volvo/Divulgação

Tecnicamente preparado

A relação de diferencial mais longa deixa o caminhão da Volvo com velocidade final um pouco maior dentro da faixa verde de rotações. E traz ganho em rotações mais baixas, a depender da rota e carga. Por fim, opcionalmente, o tanque de Arla pode ser posicionado atrás da cabine. Assim, as estimativas de diminuição do consumo são de até 8% para o FH 6x2 (usando relação longa 2,85:1, quando possível). E até 5% no FH 6x4, assim como 3% para o FH 4x2.

Em outras palavras, todos esses novos acessórios promovem menor arrasto aerodinâmico. Alguns itens ainda reduzem a resistência ao ar no implemento. "Por isso, os ganhos em economia podem variar conforme aplicação. Assim como de acordo com o tipo do implemento, rota, topografia. E considerando também a velocidade, entre outros itens", completa Valério. 

Tecnologia embarcada ajuda na economia

Além do novo pacote Aero, os dispositivos tecnológicos dos caminhões Volvo também contribuem para melhorias de consumo e emissões. Introduzida em 2020 na linha de pesados da marca, a Aceleração Inteligente Volvo usa algoritmos avançados. Eles identificam a necessidade real de torque e potência conforme a topografia e a carga. E, assim, controlam a injeção de combustível de forma precisa para reduzir o consumo.


Volvo FH ganha soluções para ficar de 3% a 8% mais econômico
Volvo/Divulgação

Ademais, há ainda os diferentes modos de condução, que estrearam na linha 2022 dos caminhões Volvo FH, FM e FMX. Eles melhoram a economia de combustível e ajudam o motorista a ter melhor aproveitamento ao volante. Assim, o condutor conta agora com cinco opções de condução. São elas: econômica, standard, performance, off-road e heavy duty, a depender da versão do veículo. A transmissão I-Shift também atua em diversas situações e altera pontos e rotações de trocas de marcha, para privilegiar economia e produtividade.

O I-See do Volvo FH é outro sistema que utiliza a conectividade do caminhão para identificar de forma antecipada a topografia da estrada. E escolher as melhores marchas, sempre de forma automática. Agora, o I-See é pré-mapeado. Ou seja, recebe os dados da rota antes de passar por ela e melhora o desempenho para poupar combustível desde a primeira viagem.


Já a função I-Roll da caixa de câmbio I-Shift coloca o motor em ponto morto para usar ao máximo o embalo do caminhão nas descidas. E gerar economia adicional de combustível.