Redação

30/01/2021 - 4 minutos de leitura.

Vamos estreia na B3 com valorização de 18%

A ação da Vamos na B3 foi precificada a R$ 26. A empresa, subsidiária da Simpar, atua na locação de veículos comerciais

Grupo Vamos
Grupo_Vamos Crédito: Grupo Vamos/Divulgação

A Vamos (VAMO3), empresa de locação de caminhões do grupo Simpar, estreou na B3 na sessão de sexta-feira (29). Dessa forma, tão logo ocorreu a oferta restrita de ações, os papéis da companhia subiram 18,12%, para R$ 30,71.

À primeira vista, trata-se de um ótimo resultado. Porém, é preciso ressaltar que a Simpar, que controla a JSL Logística, comprou 100% da Pronto Express Logística por R$ 288,6 milhões.

Da mesma forma, a oferta restrita contribui com a alta. Afinal, nessa modalidade não é exigido o registro prévio na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Assim, a operação é limitada a, no máximo, 50 investidores.

A princípio, a Vamos ofereceu 34.215.328 ações primárias de 11.405.109 ações secundárias. Além disso, os papéis iniciaram o pregão com preço de R$ 26.

Vamos na B3

Segundo o presidente da B3, Gilson Finkelsztain, a chegada do Grupo Vamos “deve ser comemorada no mercado”. Ele disse que a nova listagem amplia o portfólio de ativos disponíveis.

“Assim, atende uma demanda crescente dos investidores em busca de diversificação”, destacou Finkelsztain. A afirmação foi feita durante o evento do IPO. Ou seja, a oferta inicial das ações.

Segundo o CEO do Grupo Vamos, Gustavo Couto, o IPO marca um novo ciclo de crescimento. De acordo com ele, o movimento é promissor para o cliente e para a companhia.

Além disso, ele afirmou que o objetivo é oferecer “alternativas inovadoras para o desenvolvimento de modernização da frota brasileira de caminhões e ônibus.”

O IPO movimentou R$ 1,186 bilhão. Como resultado, R$ 890 milhões serão destinados ao caixa da Vamos com a emissão de novas ações.

Ou seja, os recursos líquidos captados devem renovar a frota para atividade de locação de veículos. Tal qual a de máquinas e equipamentos. Ao passo que os outros R$ 296 milhões vão para a Simpar.

Estrutura da Vamos

Destaque no setor de locação de caminhões, máquinas e equipamentos, o Grupo Vamos tem mais de 15 mil veículos. Além disso, conta com uma ampla rede de concessionárias de veículos no País.

Isso se traduz em mais de 40 lojas próprias das marcas Transrio (Volkswagen Caminhões e ônibus). Bem como a Valtra (máquinas e equipamentos agrícolas) e a Komatsu (máquinas e equipamentos de linha amarela). Ademais, há uma rede de lojas de veículos seminovos.

Notícias relacionadas