Você está lendo...
Teste: novo Mercedes-Benz Actros 2653 é o caminhão tecnológico de mais de R$ 1 milhão
Avaliação

Teste: novo Mercedes-Benz Actros 2653 é o caminhão tecnológico de mais de R$ 1 milhão

O Mercedes-Benz Actros 2653 se destaca pelo amplo conforto e os vários recursos eletrônicos, como painel digital e sistema multimídia

Andrea Ramos

11 de mai, 2022 · 14 minutos de leitura.

Mercedes-Benz Actros 2653 6x4
Mercedes-Benz Actros 2653 6x4
Crédito:Mercedes-Benz/Divulgação
Mercedes-Benz Actros 2653 6x4

Lançada no Brasil em 2019, a nova geração do Mercedes-Benz Actros acaba de ganhar uma versão ainda mais equipada. Trata-se do Actros 2653, a opção de topo e a mais potente da linha. A novidade, feita em São Bernardo do Campo (SP), está disponível com tração 6x2 e 6x4, como a avaliado pelo Estradão. Nesse caso, o preço sugerido é de R$ 1,1 milhão. Entre os destaques, o motor de 13 litros gera 530 cv de potência e 265 mkgf de torque a partir das 1.100 rpm. Além disso, o cavalo mecânico tem acabamento caprichado e várias soluções eletrônicas.

Batizado de OM 471 LA, o seis-cilindros em linha é feito na fábrica paulista da marca. Para gerenciar toda essa potência e torque, há a transmissão Mercedes-Benz G-291. A caixa automatizada de 12 velocidades tem embreagem monodisco. Segundo a Mercedes-Benz, a relação da última marcha, de 1:1, contribui para reduzir o consumo de diesel.

LEIA TAMBÉM: Mercedes-Benz deixa motor OM 471 do Actros mais forte e econômico


Mercedes-Benz Actros 2653 6x4
Acabamento interno é bonito e sofisticado; Fotos: Mercedes-Benz

Além do bom conjunto mecânico, chama a atenção o tamanho da cabine. Sobretudo os 3.635 mm de altura. Na configuração de topo, o acabamento é bonito e sofisticado. Nesse sentido, o interior lembra o dos carros de luxo. Os bancos, por exemplo, são revestidos de couro e os encostos de cabeça têm o símbolo da Mercedes-Benz bordado.

Duas telas concentram comandos

Mercedes-Benz Actros 2653 6x4
Mercedes-Benz/Divulgação

O painel de instrumentos é uma grande tela digital. E pode ser personalizada ao gosto do freguês. À direita, há uma segunda tela, do sistema multimídia - as duas têm 26 cm, ou 10,25 polegadas. Por meio dela, dá para acessar e ajustar várias funções do Mercedes-Benz Actros 2653. Por exemplo, é possível conectar o celular, acionar o sistema de som e o navegador GPS. Tudo por meio de toques.

Os painéis apresentam informações como velocímetro e nível do combustível, conta giros, modo de condução e nível do Arla. Bem como quilometragem percorrida, autonomia, consumo e dados dos sistemas de assistência. Além disso, dá para checar informações do tacógrafo e do nível do óleo do motor, entre outras.

Quadro de instrumentos é digital e configurável

O acesso também pode ser feito pelo volante multifuncional. Assim, o motorista consegue ajustar a distância a ser mantida do veículo à frente. Bem como a tolerância de velocidade superior, de retomada e inferior. Além de aumentar e reduzir a velocidade automaticamente.

Sistema multimídia permite paramento com smartphones

Eletrônica a serviço da segurança

Além disso, o novo modelo está repleto de recursos eletrônicos voltados à conveniência e segurança. É o caso do carregador de celular por indução na parte superior do painel. Ou seja, sem uso de cabo. Bem como das câmeras no lugar dos retrovisores convencionais. Aliás, durante a avaliação o sistema mostrou ser muito eficiente. Sobretudo em meio à chuva forte e neblina enfrentadas na rodovia Padre Anchieta, que liga a capital paulista ao litoral sul do Estado.


Tela facilita acesso a todas as informações do caminhão e pode ser personalizada

Novo Actros 2653 foca operações rodoviárias de longa distância

O Estradão avaliou o Mercedes-Benz Actros 2653 6x4 com relação de eixo traseiro de 3,08:1. O caminhão tem distância entre os eixos de 3.550 mm. Aliás, essa opção atende a maior parte das atividades de transporte na composição 6x4. Seja como for, há outras configurações para os mais variados tipos de operação.

Em movimento, o cavalo mecânico é muito confortável. Colabora com isso a suspensão a ar oferecida como item de série. Na dianteira, o sistema é do tipo parabólico e, na traseira, é pneumático com quatro bolsões de ar em cada eixo.


Além disso, para o segundo eixo traseiro há, como opcional, o suspensor DLT (Disconnected Liftable Tandem). Ou seja, um sistema de elevação e desconexão do eixo motriz. Assim, o conjunto pode ser suspenso quando o caminhão estiver vazio. Portanto, isso reduz custos como pedágio, pneus e combustível. Bem como ajuda a diminuir as emissões de poluentes.

Mercedes-Benz Actros 2653 6x4
Funções podem ser acessadas por meio do volante

Novo Actros traz soluções pouco comuns em caminhões

As soluções semiautônomas de condução são outro destaque. Nesse sentido, além de melhorar a segurança, aumentam a eficiência do caminhão. E o melhor: a maior parte dos sistemas é oferecida no Brasil como equipamento de série. É o caso da quinta geração do assistente ativo de frenagem. Por meio de radar e câmeras, o ABA 5 identifica veículos, pedestres e objetos à frente, inclusive à noite.


Assim, em caso de risco de impacto, o motorista é alertado por meio de avisos visuais e sonoros. Além disso, caso não ocorra uma reação imediata, o sistema reduz a velocidade do caminhão automaticamente e pode até pará-lo completamente. Há ainda o assistente ativo de detecção de fadiga. Esse recurso monitora o comportamento do motorista e avisa sobre a necessidade da parada para descanso.

Da mesma forma, há outros recursos ativados sem interferência do motorista. Nesse sentido, há acionamento automático dos limpadores de para-brisa e dos faróis. Bem como detector de ponto cego e controles eletrônicos de estabilidade e de saída em rampa. Assistente que evita a saída involuntária da faixa de rolagem e o controlador dinâmico de velocidade de cruzeiro também estão no pacote.

Outro destaque é a capacidade de frenagem do freio motor, de 560 cv. Ou seja, é maior que a potência do motor. Assim, não há necessidade de retarder. O Mercedes-Benz Actros 2653 tem 16 itens de segurança, de acordo com informações da marca alemã.


Mercedes-Benz Actros 2653 6x4

Cabine é ampla e confortável

Na área de descanso da cabine, há duas camas. Embaixo da principal há espaço para bagagem, além de uma geladeira. A área superior também pode ser utilizada para levar objetos, caso o caminhão trafegue com apenas um motorista em viagens longas.

Nosso teste

Avaliamos o Mercedes-Benz Actros 2653 6x4 atrelado a um bitrem de sete eixos. Assim, o conjunto tinha peso bruto total (PBT) de 54 toneladas. Segundo a fabricante, o novo caminhão tem capacidade para rodar com até 57 t. Seja como for, na estrada o motor 12.0 tem fôlego de sobra. Afinal, pode tracionar um rodotrem com até 74 t de PBT, conforme dados da marca.


O bom desempenho chama a atenção. O caminhão acelera com vigor e em poucos segundos sai da inércia e chega a 35 km/h em sexta marcha, com o motor trabalhando a 1.200 giros. Aliás, o fato de a caixa automatizada escolher a marcha ideal conforme a necessidade, contribui para as boas respostas.

Da mesma forma, garante menores níveis de consumo e emissões. Rodamos 230 km com o modelo. Segundo dados do computador de bordo, o consumo médio foi de 2,5 km/l.

Vale ressaltar que a faixa verde de rotação do OM 471 L vai das 900 rpm às 1.500 rpm. Porém, na descida de serra da Via Anchieta, por causa do acionamento do freio motor, o seis-cilindros oscilou entre 2.000 rpm e 2.300 rpm. O sistema ficou ativo durante todo a descida.


Baixo nível de ruído a bordo

Mercedes-Benz Actros 2653 6x4

De acordo com a Mercedes-Benz, o recurso tem três estágios. No primeiro, o sistema atua com 30% da capacidade. Nesse caso, o giro sobe para 2.000 rpm com o caminhão em velocidade média 33 km e com a sétima marcha acionada.

Ao nível do mar, o Mercedes-Benz Actros 2653 6x4 oferece conforto equivalente ao de automóveis. Colabora com isso o silêncio a bordo. Rodando a 80 km, com a 12ª marcha engatada, o motor trabalha a 1.000 rpm. Nesse caso, o decibelímetro marcou 71 dBA.


Já na subida da serra, feita pela Rodovia dos Imigrantes, a 30 km/h e em oitava marcha, a rotação do motor ficou em torno das 1.300 rpm. E o ruído inferno aferido foi de 76 dBA. Para comparação, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) determina que, para veículos M2, o limite é de 72 dBA. Ou seja, esse é o teto para modelos com PBT de até 2,5 t. Portanto, bem menores que o Actros.

Linha ampla

A linha Mercedes-Benz Actros oferecida no Brasil é ampla. As versões 2548 6x2 e 2648 6x4, por exemplo, têm motores com potência de 480 cv. Por sua vez, na 2651 6x4 são 510 cv. Essa configuração, aliás, disputa vendas diretamente com modelos consagrados no País, como as famílias Scania R e Volvo FH.

Como resultado, em abril a Mercedes-Benz emplacou 1.004 unidades dessa versão. Ou seja, o modelo da marca alemã ficou entre os quatro caminhões pesados mais vendidos do Brasil.


Veredicto

A despeito do preço, o novo Mercedes-Benz Actros 2653 6x4 se destaca pelo alto nível tecnológico e o conforto a bordo. Da mesma forma, os sistemas de segurança ativa reduzem os riscos de acidentes tanto para quem está dentro quanto fora do caminhão. Ou seja, o novo caminhão é um dos mais modernos à venda no mercado brasileiro.

Com essa versão, a fabricante alemã abriu novas frentes de atuação no País. Mesmo na opção de entrada, Actros 2045 4x2 LS, há boa oferta de soluções tecnológicas. Assim, conta com a mesma lista de equipamento das configurações de topo.

Ficha técnica
Novo Mercedes-Benz Actros 2653 6x4
Preço sugerido: R$ 1.100.000