Você está lendo...
Scania S 500 ganha prêmio de caminhão mais econômico da Europa
Notícias

Scania S 500 ganha prêmio de caminhão mais econômico da Europa

Equipado com o motor atualizado que logo chegará ao caminhão vendido no Brasil, Scania S 500 ganha o Green Truck pelo sexto ano consecutivo

Andrea Ramos

23 de mai, 2022 · 6 minutos de leitura.

Scania S 500 ganha prêmio
Scania S 500 ganha prêmio
Crédito:Scania/Divulgação
Scania S 500 ganha prêmio

Pelo sexto ano consecutivo, a Scania recebe o prêmio Green Truck, ou caminhão verde, em tradução livre, pela eficiência do S 500 na operação de transporte. Em outras palavras, o caminhão ganhou o prêmio de o mais econômico da Europa em sua categoria.

Apesar de o Brasil oferecer o motor de 500 cv, não se trata do mesmo dos caminhões europeus. Aqui, o propulsor do S 500 é da geração anterior. Ou seja, atende as regras de emissões Euro 5. Na Europa, o motor foi atualizado em 2021. Assim, além de atender ao Euro 6, consome até 8% menos combustível.  

LEIA TAMBÉM: Tesla Semi, caminhão elétrico de Elon Musk, tem pré-venda por R$ 732 mil


Engenheiro de pré-vendas da Scania no Brasil, Ivanovk Marx diz que a nova geração de motores na Europa tem várias opções de potência. Ou seja, de 420 cv, 460 cv, 500 cv e 560 cv.

Motor mais eficiente

Nessa nova geração, o D13, de 13 litros e seis cilindros em linha, tem cabeçote único. Além disso, foi totalmente redesenhado, o que permitiu reduzir o consumo de diesel. De acordo com informações da marca sueca.

Scania S 500 ganha prêmio
Scania/Divulgação

"O cabeçote único traz a vantagem de aumentar a pressão de injeção nos cilindros. Além disso, possibilita ter um freio-motor no cabeçote. O que se traduz em um poder de frenagem maior", diz Marx.

Embora a Scania não confirme, o novo motor deve chegar ao Brasil em breve. Ou seja, para atender as regras da fase 8 do Proconve (Euro 6). Assim, as regras começam a valer em janeiro de 2023. Nesse sentido, deve ser apresentado durante o Salão Internacional do Transporte (Fenatran), entre os dias 7 e 11 de novembro, em São Paulo.

Cabine e câmbio do S 500 campeão estão no Brasil

Por outro lado, a transmissão G33 automatizada do S 500 vendido na Europa é igual à do modelo oferecido no Brasil. Ela não tem sincronizadores e é compacta. Além disso, a relação deixa as primeiras marchas mais reduzidas e as últimas, mais longas.


Com isso, o câmbio aproveita melhor o torque disponível. Segundo a Scania, a nova caixa ajuda a reduzir o consumo em até 2%. No Brasil, a Scania oferece a versão de cabine S.

O S 500 do Green Truck

O Green Truck é uma eleição anual. O prêmio é organizado pelas revistas alemãs Trucker e Verkehrs Rundschau. Ou seja, especializadas no setor de transporte. O objetivo é premiar os caminhões rodoviários mais eficientes no quesito consumo de combustível.

Assim, todas as fabricantes de caminhões pesados na Europa são convidados a participar dos testes feitos pelas duas publicações. Assim, apuram qual é o caminhão mais eficiente.


Scania S 500 ganha prêmio
Scania/Divulgação

Da edição de 2022 do Caminhão Verde, participaram caminhões da categorias de trator semirreboque de longas distâncias. Ou seja, com configuração 4x2 e motores com potência entre 500 cv e 530 cv.

Regras da avaliação

Ademais, há regras com relação a cabine. Participam as maiores oferecidas pela marca. Mesmo que não fosse a melhor em termos de aerodinâmica. Até porque um dos critérios da avaliação é a qualidade de vida a bordo do caminhão.


Todos os modelos avaliados tinham defletores de ar no teto e laterais. Bem como com carenagem no chassi. E contavam com todas as tecnologias eletrônicas disponíveis para reduzir o consumo. Como o controle de velocidade de cruzeiro. Além disso, tiveram de rodar a, no máximo, 85 km/h.

Assim, os participantes utilizaram o mesmo implemento e volume de carga. Assim como pneus da mesma marca e com a mesma calibração. Os caminhões rodaram por 342,8 km em um roteiro na Alemanha. O peso bruto total combinado (PBTC) era de 32 toneladas.

Segundo a organização do prêmio, o Scania 500 S cravou a média de 23,66 l/100 km. Essa é a forma de medição utilizada na Europa. Assim, em km/l são 4,226 km por litro de diesel. O modelo realizou o teste rodando, em média, a 80,5 km/h.