Você está lendo...
Oshkosh Defense fará 353 caminhões para o exército dos EUA
Notícias

Oshkosh Defense fará 353 caminhões para o exército dos EUA

Além dos caminhões, a Oshkosh Defense assinado um contrato para fornecer veículos elétricos para os Correios dos Estados Unidos

Redação

26 de mai, 2021 · 4 minutos de leitura.

caminhões

O setor de caminhões está em alta no Brasil sobretudo por causa do agronegócio e da mineração. Porém, nos Estados Unidos, a realidade é outra. Lá o Exército é um dos maiores compradores de veículos pesados.

Tanto que a Oshkosh Defense (OD) acaba de vender 353 veículos às Forças Armadas dos EUA. O foco da empresa são modelos de uso militar.

Leia também: Semipesados Foton Auman chegam ao Brasil em 2022

Segundo a OD, são caminhões de 10 toneladas e tração 8x8. Além disso, os veículos receberam multi-lift PLS (sistema de carga paletizada).


Caminhões transportarão tropas e armas

O contrato prevê, portanto, fornecimento de vários tipos de equipamentos. De acordo a OD, os novos caminhões podem ser utilizados em operações dentro e fora da estrada, no transporte de tropas e armamento. 

Nesse sentido, a OD assinou em 2015 seu primeiro contrato de fornecimento de caminhões FHTV. Até agora, foram feitos quase 36 mil caminhões. Além disso, foram produzidos 8.500 veículos PLS e 4.600 tratores HET.


Seja como for, a OD está crescendo também em outros setores. No começo de 2021 a empresa fechou um contrato no valor de US$ 6 bilhões (cerca de R$ 31 bilhões) para fornecer veículos de carga.

Contrato para entregar 165 mil veículos

No total, a companhia entregará 165 mil veículos para os Correios dos EÚA nos próximos dez anos. De acordo com a empresa, os novos veículos da United States Postal Service (USPS) serão híbridos e 100% elétricos.

Assim, a USPS pagará US$ 482 milhões (cerca de R$ 2.5 bilhões) para que a o OD dê início ao desenvolvimento dos novos veículos. E também para a construção de uma fábrica, bem como de ferramental industrial.


Dessa forma, os primeiros furgões serão entregues no fim de 2023. Segundo a fabricante, eles vão ter  ar-condicionado e sistemas de segurança avançados.

Eletrônica avançada

Além disso, terão desenho pensado para ampliar o volume de transporte de carga. Nesse sentido, o teto deve ser alto para que o veículo possa acomodar grandes pacotes.

Seja como for, a companhia também promete instalar modernos equipamentos eletrônicos. Ou seja, os furgões terão itens como câmeras de 360° e sistema de frenagem automática.


Bem como monitor de ponto cego. Assim como alerta de risco de colisão frontal e freio de estacionamento com acionamento eletrônico.