Você está lendo...
Os caminhões e ônibus que serão lançados no Brasil em 2022
Lançamentos

Os caminhões e ônibus que serão lançados no Brasil em 2022

Montadoras de caminhões e ônibus confirmam que lançamentos contemplarão novos limites de emissões do Proconve P8; veja os modelos que virão

Andrea Ramos

10 de jan, 2022 · 11 minutos de leitura.

Lançamentos de caminhões e ônibus no Brasil em 2022
Lançamentos de caminhões e ônibus no Brasil em 2022
Crédito:DAF/Divulgação
Lançamentos de caminhões e ônibus no Brasil em 2022

Vários caminhões e ônibus serão lançados no Brasil em 2022. Boa parte das estreias está ligada às novas regras de controle de emissões de poluentes, que entrarão em vigor em breve. Ou seja, estamos falando do Proconve P8, regra equivalente à Euro 6 válida na Europa. De acordo com o calendário das fabricantes, a maioria das novidades estará à venda a partir do segundo semestre.

Segundo a nova lei, todos os caminhões e ônibus feitos e vendidos no Brasil a partir de 1º de janeiro de 2023 devem estar em conformidade com a fase 8 do Proconve. Portanto, as fabricantes vão iniciar os lançamentos em 2022 para preparar as linha de montagem para produção.

De acordo com o gerente sênior de marketing de produto caminhões da Mercedes-Benz, Marcos Andrade, em 2022 haverá poucos lançamentos. Segundo ele, a indústria vai focar esforços na nova tecnologia. "Não basta simplesmente importar a Euro 6 da Europa. Temos de adaptá-la às condições do Brasil, à qualidade do diesel, etc?, diz.


Seja como for, para comerciais leves com peso bruto total (PBT) de até 3,5 t, o P8 entrou em vigor em 1º de janeiro de 2022. Assim, marcas como Iveco, Fiat e Volkswagen Caminhões e Ônibus já apresentaram utilitários que atendem à nova legislação.

SCR, EGR e ambos

O Estradão perguntou às fabricantes nacionais quais soluções vão ser utilizadas para atender o P8. Assim, ficou claro que não há uma regra geral. Ou seja, cada marca optou por um tipo de inovação. Porém, todas vão passar a oferecer motores que utilizam diesel S-10.

Entre os recursos, haverá adoção do SCR, que utiliza o catalisador em conjunto com o Arla 32. Esse sistema contará com o auxilio do EGR, que reaproveita os gases gerados pela queima de diesel.  Por exemplo, a Iveco deve seguir por esse caminho.


Por sua vez, a Scania manterá apenas o SCR. Essa solução, presente no motor NTG que chegou ao mercado em 2018, já está em conformidade com a norma. Seja como for, a Scania promete melhorar o processo de filtragem dos gases gerados na queima de diesel.

Além disso, todas as fabricantes informam que seus motores vão gerar mais potência e torque. Além disso, os caminhões terão o desenho atualizado. Nesse caso, o objetivo é melhorar a aerodinâmica. Ou seja, quanto menor for a resistência à passagem de ar, menor será o consumo. Como resultado, há menos emissões de poluentes.

Alternativas ao diesel


Com a chegada da P8 também será uma oportunidade para os fabricantes apresentarem suas apostas alternativas aos motores diesel.

Líder da Iveco na América Latina, Márcio Querichelli, acredita que o Proconve P8 será uma oportunidade para os fabricantes fazerem melhorias e evoluções nos veículos. Bem como apresentar novas tecnologias que ajudam na redução de emissão de poluentes.

Nesse sentido, a Iveco promete introduzir no mercado no próximo ano o seu caminhão a gás. Com produção iniciada em fevereiro.


Do mesmo modo, a Mercedes-Benz que no ano passado apresentou o seu chassi de ônibus elétrico, também fará o lançamento do eO500U no segundo semestre de 2022.

Confira as novidades que cada montadora deve lançar em 2022.

DAF

A DAF fará um lançamento no dia 18 de janeiro. Porém, como no último ano a marca atualizou suas gamas XF e CF possivelmente ela faça uma extensão dessa geração, apresentando novas configurações de eixos. Nesse segmento, a DAF chegou a mostrar na Fenatran de 2019 uma versão 8x4 do CF para uso off-road, categoria que ela ainda não está presente.


Porém, a linha LF de caminhões médios da marca ainda não chegou ao País. Aliás, se chegar, e por se tratar de uma nova família, faz mais sentido lançá-la no segundo semestre. Assim, acompanhando as muitas novidades que devem ocorrer em razão da P8.

Foton

A Foton promete expandir sua operação com caminhões em outros segmentos. E mira introduzir os semipesados no País. Com a chegada da Euro 6 é possível que isso ocorra. A marca também realiza testes com um caminhão VUC a gás. O modelo tem motor 1.5 de quatro cilindros a gasolina que pode rodar com GNV.

Iveco

Em dezembro, a Iveco apresentou seus modelos de 3,5 t de PBT, Daily 30-160 e 35-160 atendendo à futura norma de emissão. Os veículos ganharam mais potência e torque em relação à geração atual. E no caso da Daily 35-160 ganhou nova grade frontal. Os modelos chegam ao mercado até abril.


Outra aposta do mercado é a introdução do Iveco S-Way no Brasil junto com a Euro 6. O modelo pesado é o topo de linha da marca e briga com rivais Scania R, Volvo FH, Actros e DAF XF atualizados no Brasil.

Do mesmo modo, a marca já afirmou que vai produzir o caminhão a gás e que começará pelo segmento pesados. Ainda há dúvidas se a tecnologia chegará no Hi-Way ou no S-Way.

Mercedes-Benz

Uma das novidades que a marca da estrela deve apresentar neste primeiro trimestre é a nova geração da Sprinter com PBT de até 3,5 t com motorização P8. Portanto, as versões de carga Sprinter Truck 314 Street e furgão Street 314 devem chegar com maior potência e torque, além do motor mais limpo.


Outro lançamento já confirmado pela marca é do ônibus elétrico eO500U que já está em fase de testes no País.

Scania

Com a introdução da nova geração em 2018, a Scania não deve fazer muitos lançamentos em 2022. Mas sim introduzir todas as versões P, G e R com motorização equivalente a Euro 6. E isso deve ocorrer na Fenatran 2021.


Porém, a marca está focada no desenvolvimento da tecnologia a gás no Brasil. Com isso, deve ampliar a família de motores a gás. E introduzir um propulsor superior a 410 cv.

Volkswagen Caminhões e Ônibus

Em dezembro, a fabricante anunciou o Delivery Express com motor Euro 6, que deve chegar a partir de janeiro. Mas é no campo da eletrificação que a marca deve trazer novidades e para o transporte urbano de passageiros.

Volvo

A Volvo introduziu em outubro a sua geração F. Portanto, FH, FM e FMX estão atualizados e com motor preparado para receber a P8. A marca também promoveu melhorias na gama VM. Nesse sentido, ainda renovou a família de ônibus rodoviários. Logo, o que se espera é a renovação de toda a linha para atender a nova legislação.


Ademais, a Volvo gosta de surpreender o mercado. Dessa forma, não se descarta a possibilidade de a marca também iniciar testes com veículos elétricos no País. Em dezembro a marca anunciou que vai testar o ônibus 7900 Electric no Chile. As avaliações iniciam neste mês e devem durar até abril. Em seguida, o modelo seguirá para testes em Bogotá, na Colômbia. O objetivo é validar a tecnologia de ônibus elétricos  nas severas demandas do transporte público da América Latina. Assim, o Brasil não deverá ser descartado.