Mercado

Novo Iveco S-Way é flagrado em testes e vai substituir o Hi-Way em 2023

Iveco S-Way foi flagrado em rodovia a caminho de São Paulo e estreia no próximo ano já dentro dos novos limites de emissões do Proconve P8

Redação

13 de jan, 2022 · 3 minutos de leitura.

Iveco S-Way
Novo Iveco S-Way é o sucessor do Iveco Hi-Way e estreia em 2023 no Brasil
Crédito:Iveco/Divulgação

Um Iveco S-Way foi flagrado no Brasil rodando sobre um caminhão cegonha. O registro foi publicado pelo site Autos Segredos. De acordo com a reportagem, o leitor Fernando Meier fotografou a unidade a caminho de São Paulo, mas não detalhou em qual rodovia. Seja como for, o S-Way chegará ao Brasil somente em 2023.

Contudo, sua apresentação ao público deverá ocorrer ainda neste ano, possivelmente no último trimestre, na Fenatran, maior feira do setor. O local servirá de palco para as montadoras apresentarem suas apostas, sobretudo aquelas destinadas à futura norma de redução de emissão de poluentes do Conama, o Proconve P8, que equivale ao Euro 6.

Este, no entanto, não é o primeiro flagra do novo caminhão pesado da Iveco no Brasil. Fotos do S-Way já circulam na internet, por meio de grupos de caminhoneiros e fãs da marca, desde de dezembro de 2020.


Iveco S-Way caminhão pesado
Autos Segredos/Fernando Meier

S-Way chegará com motor Euro 6

Vale ressaltar que o Iveco S-Way é o caminhão topo de linha da marca italiana. Chegou ao mercado europeu em 2019, como substituto do Hi-Way, que saiu do portfólio europeu.

Dessa forma, o lançamento do novo caminhão no Brasil colocará a Iveco em linha com a gama da marca na Europa. Assim, a fabricante ficará mais competitiva no mercado brasileiro. DAF XF, Mercedes-Benz Actros, Scania R e Volvo FH já atualizaram seus caminhões frente ao Iveco Hi-Way, que continua como o atual representante pesado da Iveco.


Apesar de seguir a mesma identidade visual dos demais modelos da marca, o S-Way foi concebido para melhorar a eficiência. Por isso, o desenho privilegia a aerodinâmica e o seu coeficiente é 12% melhor, o que permitiu reduzir de forma expressiva o consumo de diesel. Só com o novo visual, a redução é de até 4% em relação ao Hi-Way.

Ademais, o S-Way é tecnicamente o mais versátil, pelo menos na Europa. Tem motor Cursor, produzido pela FPT, com três opções de litragem: 9, 11 e 13 litros. E com potências que partem de 330 cv e torque de 143 mkgf, e que chegam a 570 cv e 255 mkgf de torque.