Você está lendo...
Iveco S-Way é o caminhão de topo da marca e foi flagrado no Brasil
Notícias

Iveco S-Way é o caminhão de topo da marca e foi flagrado no Brasil

O Iveco S-Way, modelo topo de linha da marca, foi flagrado rodando no País em cima de caminhão prancha. Com isso, fãs da marca acreditam que o caminhão esteja perto de ser lançado por aqui

Andrea Ramos

10 de dez, 2020 · 5 minutos de leitura.

Iveco S-Way, caminhão topo de linha da Iveco, é flagrado no Brasil
Crédito:Iveco/Divulgação
Iveco S-Way, caminhão topo de linha da Iveco, é flagrado no Brasil

Fotos de um caminhão Iveco S-Way flagrado no Brasil estão circulando na internet. Em grupos de caminhoneiros e fãs da marca há posts de gente que viu o cavalo-mecânico pesado rodando em testes no País. Isso indica que o lançamento está próximo. Contudo, o Estradão optou por não reproduzir as imagens em respeito aos direitos autorais de quem fez os flagrantes.

Líder da Iveco na América do Sul, Márcio Querichelli afirmou em entrevista que a marca pretende entrar em segmentos nos quais ainda não atua. E isso inclui o lançamento do S-Way. Segundo o executivo, o aquecimento do mercado permite viabilizar o lançamento de novos produtos no Brasil.

"Na Europa, temos um portfólio de veículos bastante interessante, como, por exemplo, o S-Way, que é o nosso caminhão mais moderno. No entanto, estamos trabalhando para viabilizar a oferta da última geração dos nossos produtos no Brasil e nos demais países da América Latina. Isso vai ocorrer, porém, é uma questão de tempo", disse o executivo ao Estradão.


Iveco S-Way foi lançado em 2019

O caminhão pesado da marca foi lançado na Europa em 2019. O Iveco S-Way é a versão topo de linha da Iveco na Europa. Mas no Brasil ele poderá disputar o mercado com Volvo, Scania, DAF e Mercedes-Benz. Estes, os mais populares e modernos caminhões pesados no País. Hoje, o representante da marca italiana para disputar o segmento no Brasil é o Hi-Way, mas ainda não é representativo em vendas. Além disso, não oferece a lista de equipamentos de segurança ativa e tecnologia embarcada do S-Way.

O Iveco S-Way, além de ser mais bem equipado, tecnicamente é mais versátil, pelo menos na Europa. Possui motor Cursor, produzido pela FPT, com três tipos de litragem: 9, 11 e 13 litros. E com potências que partem de 330 cv e torque de 143 mkgf, e que chegam a 570 cv e 255 mkgf de torque.


Esse motor é combinado à transmissão Hi-Tronix, de 12 marchas. Uma caixa ZF que traz sistemas embarcados ainda não empregados nos modelos Hi-Way da marca por aqui. Uma delas, por exemplo, é o sistema de direção preditivo GPS Iveco Hi-Cruise que integra funções de assistência à direção, como eco-roll, mudança de marcha preditiva e controle de cruzeiro preditivo usando tecnologia de mapeamento GPS de última geração.

Versão a gás

Da mesma forma, a Iveco conta com a versão do S-Way 460 com motor a gás natural liquefeito (GNL). O modelo ganhou prêmio na Itália pela inovação. No entanto, se chegar por aqui poderá ser bastante competitivo. Ainda mais neste momento, com empresas como a Golar Power investindo na logística de distribuição do combustível na sua forma líquida.


O S-Way GNL tem autonomia de 1.600 km. E, segundo a Iveco, apresenta consumo médio de 4,12 km por kg de gás. Os dados, de acordo com a engenharia da marca, combinam o conjunto motor e cabine. Com a aerodinâmica, o habitáculo teve o coeficiente melhorado em 12%. O que permite uma redução significativa do consumo de combustível. Só com o novo design a redução é de até 4%, comparado ao Hi-Way.

A nova cabine do S-Way cria um ambiente que permite a utilização total do espaço (altura livre de 2.150 mm e altura do túnel reduzida para 95 mm.

Deixe sua opinião