Redação

30/04/2021 - 4 minutos de leitura.

Klabin desenvolve ferramenta para limpeza automática de caminhões

Tecnologia desenvolvida pela Klabin utiliza sopradores de ar, aumentou a segurança dos motoristas e reduziu o tempo de limpeza em até 70%

Klabin desenvolve ferramenta para limpeza automática de caminhões
Klabin desenvolve ferramenta para limpeza automática de caminhões Crédito: Klabin/Divulgação

A Klabin criou um sistema mais eficiente de limpeza de seus caminhões. Em síntese, trata-se de um soprador de cascas que funciona de forma automática. A unidade florestal da empresa no Paraná foi a responsável pelo desenvolvimento do limpador.

Leia também: Exame toxicológico tem prazo prorrogado 

A frota da Klabin opera no transporte de madeira. Assim, o sistema facilitar a limpeza da carroceria dos caminhões.

Ou seja, o acionamento é feito por sensores. Dessa forma, pode detectar a aproximação do veículo automaticamente.

Redução de até 70% no tempo de limpeza

Como resultado, o sistema reduz o risco de acidentes. isso porque o o motorista não precisa subir na carroceria, como antes.

Além disso, a Klabin informa que houve aumento na eficiência do processo. Nesse sentido, o tempo para limpeza dos caminhões diminuiu em até 70%.

Segundo a Klabin, até agora o processo era feito manualmente. Ou seja, com o uso de vassouras convencionais.

Klabin investiu R$ 2 milhões no sistema

Agora, basta o veículo se aproximar do equipamento localizado no pátio. . E a limpeza é feita automaticamente. A inteligência embarcada da tecnologia ajuda na eficiência, uma vez que os motores são acionados pelo sensor.

Uma das situações que a Klabin quis evitar, ao desenvolver o equipamento, é a exposição do motorista a quedas ou mesmo a animais peçonhentos. Estes costumam ficar onde há madeira.

Para a produção do equipamento, a Klabin investiu cerca R$ 2 milhões. O desenvolvimento é resultado de uma parceria com a Aeroville, da área de ventilação industrial.

Inspiração em soprador de neve finlandês

A inspiração veio de um sistema de limpeza de vagões de trem da Finlândia. Ou seja, de um soprador de neve que fica acoplado na frente das composições.

“Entendemos que poderíamos adotar algo similar em nossas operações”, diz o o gerente-geral florestal da Klabin, unidade Paraná, Darlon Souza.

Aliás, a Klabin mantém uma espécie de programa que visa tornar suas operações mais eficientes. Nesse sentido, no ano passado a empresa passou a utilizar um bitrem dobrável inédito no Brasil.

Implemento com 15 ou 19 metros

O implemento atua em uma área de reflorestamento no Paraná. Ou seja, no transporte de toras de árvores.

Quanto está carregado, tem 19 metros de comprimento. Porém, se estiver vazio é possível recolher parte da primeira carreta. Dessa forma, o comprimento é reduzido para 15 metros.

Seja como for, essa solução não reduz o Peso Bruto Total Combinado. Ou seja, o PBCT é igual ao de uma versão convencional de 57 toneladas.

Notícias relacionadas