Lançamentos

JAC IEV750V é o primeiro furgão grande 100% elétrico do Brasil

Novo furgão JAC IEV750V tem PBT de 4,6 t e autonomia de até 280 km, mas o preço de R$ 386.990 é quase o dobro de um Renault Master

Redação

25 de jun, 2021 · 4 minutos de leitura.

JAC IEV750V é o primeiro furgão de grande porte 100% elétrico" >
JAC IEV750V é o primeiro furgão de grande porte 100% elétrico
Crédito:JAC Motors/Divulgação
JAC IEV750V é o primeiro furgão de grande porte 100% elétrico

A JAC Motors lança o primeiro furgão de grande porte 100% elétrico no Brasil. Segundo a marca chinesa, a novidade, batizada de iEV750V, tem peso bruto total (PBT) de 4,6 toneladas. Além disso, a capacidade de carga é de 1,54 tonelada e a volumétrica, de 12,3 m³. O preço é de R$ 386.990.

De acordo com a JAC, o novo modelo chega na esteira do sucesso do iEV 1200T. Nesse sentido, o caminhão elétrico lançado no fim de 2020 teve mais de 100 unidades vendidas. Assim o novo modelo também foca operações urbanas e rodoviárias de curta distância.

Segundo dados da JAC, o motor elétrico gera torque de 76,5 mkgf e potência de 163 cv. Além disso, as baterias de 92 kWh garante autonomia de até 235 km. Porém, com o modo de condução Eco ativado, o modelo roda até 280 km entre as recargas.

JAC iEV750V é ideal para entregas urbanas

Ou seja, o sistema aumenta a capacidade de gerar eletricidade em desacelerações e frenagens. Porém, isso só é possível quando o novo furgão veículo rodar com o ar-condicionado desligado.

De acordo com a JAC, outro destaque do iEV750V é a robustez. Além disso, a marca chama a atenção para aspectos como a ausência de vibração. Bem como o baixo nível de ruído. Ou seja, características comuns a veículos elétricos.

Seja como for, o furgão da JAC também pode trafegar durante a noite. Assim como causa menor impacto em operações nos arredores de hospitais, por exemplo.

?Estamos entusiasmados com esse modelo. Ainda mais em aplicações específicas, como o segmento de entregas urbanas?, diz o presidente da JAC Motors Brasil, Sergio Habib.

Custo até seis vezes menor

Segundo Habib, o custo total por km rodado é 2,5 vezes menor que o de um furgão equivalente com motor a combustão. Assim como os custos de manutenção podem ser até seis vezes menor. Ou seja, na comparação a modelos a diesel.

De acordo com a JAC, a recarga total das baterias no Estado de São Paulo custa cerca de R$ 55. Assim, o custo do novo furgão por km rodado é inferior a R$ 0,20. Por outro lado, em um modelo equivalente a diesel o km rodado custa cerca de R$ 0,64.

Porém, é preciso avaliar o custo de aquisição. Isso porque modelos similares, como o Sprinter e o Master, têm preços bem menores. Ou seja, o Mercedes-Benz sai por cerca de R$ 220 mil. No caso do Renault, dá quase para comprar duas unidades.

Continua depois do anúncio