Redação

01/05/2021 - 6 minutos de leitura. Atualizado: 30/04/2021 | 21:45

Iveco T-Way é novo off road lançada na Europa

Iveco T-Way substitui o Trakker como opção para operações mistas e fora de estrada mas, segundo a marca, é cedo para falar de vinda ao Brasil

Iveco T-Way
Iveco T-Way Crédito: Iveco/Divulgação

O Iveco T-Way acaba de ser apresentado na Europa. O caminhão é direcionado a operações pesadas. Ou seja, trata-se do novo integrante da gama Way. Até então, a linha era composta pelo fora de estrada X-Way e o rodoviário S-Way. Por sua vez, este tem uma versão a gás natural, a S-Way NP.

Além de atender operações severas, o T-Way tem ampla lista de equipamentos. Nesse sentido, há a transmissão automatizada Hi-Tronix, da ZF, de 12 e 16 velocidades.

Assim também, há sistema que auxilia a partida em rampas. Bem como controle de tração. Segundo a marca, outra solução do Iveco T-Way é o modo de deslocamento em velocidade ultrabaixa.

Caminhão traz vários sistemas eletrônicos

Da mesma forma, o Iveco Hi-Cruise para operações mistas. Ou seja, quando o caminhão trafega em rodovia e no fora de estrada.

Em síntese, o dispositivo inclui transmissão preditiva. Ou seja, o câmbio antecipa a marcha ideal de uso. Para isso, utiliza o navegador GPS.

De maneira idêntica, outras soluções eletrônicas garantem maior eficiência ao Iveco T-Way. Segundo a marca, é o caso do controle de velocidade, por exemplo.

Bem como o eco-roll. Ou seja, trata-se de uma espécie de “banguela” controlada automaticamente.

Motor FPT Cursor pode ter 9 ou 13 litros

O motor é FPT Cursor 13, de 13 litros e seis cilindros em linha, que gera 510 cv de potência. Para operações menos severas, haverá o Cursor 9. Ou seja, de 9 litros.

“O novo caminhão completa a renovação da gama pesada Way. Ou seja, uma das mais inovadoras do mercado”, diz o diretor de operações da Iveco, Lucas Sra.

Segundo a marca, o Iveco T-Way se destaca pela robustez. Nesse sentido, o chassi de aço de alta resistência tem estrutura com 10 mm de espessura.

Marca aposta na robustez

Segundo a marca, o Iveco T-Way se destaca pela robustez. Nesse sentido, o chassi de aço de alta resistência tem estrutura com 10 mm de espessura.

Além disso, o eixo dianteiro tem capacidade de até 9 toneladas. E traseiro tem redutor nos cubos de roda.

Da mesma forma, a suspensão traseira é reforçada. Bem como há maior distância do solo para melhorar o ângulo de ataque.

Três opções de entre-eixos

De acordo com a fabricante, o modelo é bem equipado. Ou seja, há de freios a disco na traseira a  itens de conectividade.

Há ainda o Hi-Traction que atua a até 25 km/h. O sistema entra em ação sozinho e garante mais tração ao eixo dianteiro quando necessário. Assim, está disponível nas versões 6×4 rígidas e articulados.

Além disso, há o Iveco T-Way 8×4 rígido. Da mesma forma, há opções de entre-eixos de 4.000 mm, 4.200 e 4.500 mm.

Cabine é 325 kg mais leve

Segundo a empresa, a cabine do T-Way é 325 kg mais leve que a do Trakker. Há duas versões: curta e longa, ambas com escotilha, além de teto baixo ou alto.

Além disso, há sistema eletrônico de frenagem EBS. Bem como o Advanced Driving Assistance Systems (ADAS). Ou seja, recursos avançados de assistência à condução. Ambos vêm de série.

Novo Iveco T-Way no Brasil

Segundo a Iveco, ainda é cedo para falar sobre a vinda do T-Way ao País. Bem como do restante da gama.

Contudo, a marca prepara várias novidades. Nesse sentido, confirmou que vai testar caminhões a gás no Brasil.

De acordo com a marca, o Trakker não está mais à venda no País. Até recentemente, o modelo podia ser encomendado.

Notícias relacionadas