11/06/2021 - 4 minutos de leitura.

Iveco celebra 220 mil veículos feitos no Brasil e testa caminhão a gás

A produção da linha Iveco na fábrica de Sete Lagoas (MG) começou em 2000 e em breve deve iniciar a montagem de caminhões a gás

Iveco já produziu 220 mil veículos no País
Campo de Provas Iveco - I.JPG_586391 Crédito: Iveco/Divulgação

A Iveco registrou 220 mil veículos produzidas no Brasil desde 2000. Ou seja, desde que inaugurou o complexo industrial de Sete Lagoas (MG). Assim, a marca foi alcançada no ano que será um divisor de águas para a empesa. Nesse sentido, a fabricante confirmou os testes de seu caminhão a gás no País.

Além disso, a Iveco está em um bom momento no Brasil desde 2020. Ou seja, cresceu 30% nas vendas enquanto o setor de veículos comerciais registrava queda de 11%. Segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Da mesma forma, a marca deve repetir o bom resultado em 2021. Nesse sentido, cresceu 66% apenas nos quatro primeiros meses do ano. Assim, ampliou o quadro de funcionários das áreas de atendimento ao cliente e planejamento.

No mesmo sentido, continua a ampliar a rede de concessionárias. Como resultado, o objetivo da Iveco é ter cerca de 100 pontos de atendimento no País no fim deste ano.

“Os números mostram que somos a montadora que mais cresce no País”, diz o líder da Iveco na América do Sul, Márcio Querichelli. Segundo ele, isso é resulta do trabalho de um time de profissionais altamente competente.

Iveco anuncia a produção local do caminhão a gás

Segundo Querichelli, o próximo grande passo da empresa será dado ainda neste ano. “Vamos iniciar os testes com caminhões a gás. Em breve, Sete Lagoas poderá ver os primeiros modelos GNV saindo da linha de montagem.”

É na unidade mineira que a Iveco desenvolve, produz e testa veículos comerciais. Nesse sentido, a empresa atua com base nos conceitos do World Class Manufacturing (WCM). Ou seja, Produção de Classe Mundial.

Diretor do complexo, Izidro Penatti diz o WCM é um dos mais elevados padrões da indústria. Nesse sentido, permite o gerenciamento integrado de fábricas. Bem como de processos de produção.

Segundo a Iveco, o complexo é fruto de investimentos de R$ 570 milhões feito desde 2000. Naquele ano, a marca iniciou a produção de veículos leves no Brasil. Depois, expandiu a linha para fabricar veículos médios, pesados e chassis para ônibus.

O portfólio atual inclui as linhas Daily, Tector, Hi-Road e Hi-Way. No transporte de passageiros, se destacam a Daily Minibus e os chassis 10-190 e 170S28.

Notícias relacionadas