Freightliner eCascadia pronto para testes

Versões elétricas do caminhão são bases iniciais de desenvolvimento junto com clientes

Freightliner eCascadia Crédito: Foto: Grupo Daimler

A Freightliner, marca do Grupo Daimler na América do Norte, produziu as duas primeiras unidades em versão elétrica do cavalo-mecânico Cascadia. Os modelos construídos no centro de pesquisa e desenvolvimento da empresa em Portland, Estado Unidos, passam a integrar uma frota de inovação para testes em transportadoras.

O objetivo da fabricante é fazer dos clientes parceiros no desenvolvimento dos veículos. “A tecnologia de hoje e de amanhã está progredindo e nosso propósito é claro: produzimos para nossos clientes”, conta em nota Roger Nielsen, presidente e CEO da Daimler Trucks North America. “Estamos orgulhosos por estar trabalhando com nossos clientes em um processo de co-criação para fabricar caminhões elétricos reais para o trabalho real no mundo real.”

Construídos sobre a plataforma do Cascadia, caminhão para longas distâncias mais vendidos nos Estados Unidos, os eCascadia são os primeiros da Classe 8, equivalente a categoria de pesados no mercado brasileiro, a integrar a frota de inovação elétrica da empresa, na qual já atuam os eM2, modelo da marca de médio porte, voltado para aplicações de distribuição.

Segundo a empresa, em uso real e o frequente retorno de informações provenientes dos clientes permitirão à fabricante determinar as versões finais de produção dos caminhões.

A companhia tem o conceito de co-criação como princípio central para eletrificar os veículos comerciais no futuro. Para isso criou até mesmo um conselho que reúne 38 clientes para identificar, sugerir ou mesmo resolver os eventuais obstáculos na introdução em larga escala nas operações de transporte de mercadorias, como infraestrutura de cobrança, especificações e aplicações dos veículos.

A transportadora Penske Truck é uma das primeiras empresas a utilizar o eCascadia em suas operações comerciais, especialmente no Sul da Califórnia. Na região, a Daimler tem uma parceira com agência de controle de poluição do ar local (South Cost AQMD), que financia parte da frota de inovação de veículos elétricos da fabricante com doação de US$ 16 milhões.

A Freightliner encaminha o projeto de veículos elétricos para que até o fim de 2021, tanto o eCascadia quanto o eM2 estejam prontos para produção em série.


Notícias relacionadas