Você está lendo...
Ford Transit furgão chega ao Brasil com preço a partir de R$ 239.900
Lançamentos

Ford Transit furgão chega ao Brasil com preço a partir de R$ 239.900

A Ford Transit furgão chega ao Brasil com duas versões, capacidades de carga de até 1.222 kg e pode ser conduzida por motoristas com CNH com categoria B

Andrea Ramos

20 de abr, 2022 · 9 minutos de leitura.

Ford Transit furgão chega ao Brasil
Ford Transit furgão chega ao Brasil
Crédito:Ford/Divulgação
Ford Transit furgão chega ao Brasil

A nova geração da Ford Transit está chegando ao Brasil na versão furgão. Assim, a marca dá continuidade à expansão da gama de veículos comerciais no mercado brasileiro. Essa ofensiva começou em 2021, com o lançamento da nova Transit para passageiros. Nesse sentido, a Ford Transit furgão chega em duas versões, com teto alto. O preço é de R$ 239.900 para a versão de entrada, e de R$ 245.900 para a longa.

A L2H3 tem área de 10,7 m³ e capacidade de carga líquida de 1.222 kg. Por sua vez, na L3H3, longa, os números são de, respectivamente, 12,4 m³ 1.181 kg. Seja como for, os dois modelos podem ser conduzidos por motoristas com CNH com categoria "B". Isso porque em ambas o peso bruto total (PBT) é de 3,5 toneladas.

Motor Euro 6

A linha de furgões tem motor 2.0 de quatro-cilindros turbodiesel, que já atende a norma L7 do Proconve para para comerciais leves. Para isso, há recursos como o EGR, de recirculação dos gases do escapamento. Bem como o SCR, que exige o uso de Arla 32. Segundo a Ford, o turbo de geometria variável e o intercooler contribuem para reduzir o consumo e as emissões de poluentes.


De acordo com a marca, outra novidade é a correia de sincronismo banhada a óleo e virabrequim. Esses dispositivos permitem reduzir o atrito entre as peças e, assim, o ruído. O quatro-cilindros gera potência de 170 cv a 3.500 rpm e torque de 39,7 mkgf a partir das 1.750 rpm. O câmbio é manual de seis velocidades, sendo que a relação da quinta marcha é de 1:1 e a última funciona como Overdrive.

Há ainda indicador no painel de instrumentos que mostra o momento ideal de trocar de marcha. Como resultado, a Ford informa que a nova Transit furgão pode roda, em média, 10 km/l. Além disso, o intervalo entre as trocas de óleo do motor é de 20 mil km.

Ford Transit furgão chega ao Brasil
Ford/Divulgação

Vale ressaltar que a Ford Transit é o único modelo da categoria com sistema Auto Start-Stop. Ou seja, o o motor desliga e religa automaticamente em paradas longas, como as de semáforo. Assim, o consumo de diesel é reduzido no anda e para do trânsito das cidades.

Ademais, há ainda três modos de condução com ajuste automático para diferentes tipos de piso. São eles: normal, eco e para pisos escorregadios.

Ford Transito tem ampla lista de equipamentos

A Ford aposta que a novidade vai incomodar a concorrência. Isso porque a nova Transit tem vários recursos eletrônicos de série. ?Para nós, não faz sentido trazer um veículo parcialmente completo. Ou seja, que o cliente compra e depois tem de adquirir pacotes de opcionais. Queremos entregar algo a mais?, diz o gerente de desenvolvimento de produto da Ford América do Sul, Daniel Santos.


Dessa forma, a Ford Transit a sensação de estar a bordo de um automóvel. A direção tem assistência elétrica e o o volante é multifuncional. Como o diâmetro de giro é de 11,9 m na versão média e de 13,3 m na longa, as manobras são facilitadas.

O banco do motorista tem quatro opções de ajustes de altura e profundidade. Bem como apoio de braço central regulável. O computador de bordo é fácil de ler.

Do mesmo modo, o painel de instrumentos com tela de 8 polegadas com operação bastante intuitiva. Além disso, o sistema permite utilizar aplicativos como o Waze. Há câmera na traseira e um recurso que faz acesso direto à central de assistência 24 horas da Ford.


Ademais, a central multimídia é compatível com as plataformas Android Auto e Apple CarPlay de celulares. Há ainda comandos ativados por voz, conexão via Bluetooth e duas entradas USB. Bem como duas tomadas de 12 V. O ar-condicionado é digital.

Na cabine, há vários porta-objetos. Por exemplo, nas portas, painel e na parte superior, junto ao teto. Além disso, um nicho sob o assento dos passageiros permite guardar volumes maiores. Dá para guardar uma bolsa grande ou ferramentas, por exemplo.

Condução semiautônoma para a segurança

Outra aposta da Ford Tramsit é a lista dos sistemas de segurança ativa de série. Aliás, são os mesmos oferecidos no modelo vendido europeu. Aliás, na Europa o utilitário ganhou o prêmio ?Gold Medal? do Euro NCAP.


Além da carroceria com estrutura de aço ultrarresistente e reforços feitos de boro, há sistema ativos de segurança. Como, por exemplo, controles eletrônico de estabilidade e tração, de de torque em curva e anticapotamento. Assim como controle adaptativo de carga, assistente de partida em rampa e estabilização contra vento lateral.

Ford Transit furgão chega ao Brasil
Ford/Divulgação

Ademais, há com luzes de frenagem de emergência, sensor de obstáculos, air bags frontais e cintos de segurança de três pontos.


O mercado para a Ford Transit

Apesar de ser um veículo muito bem resolvido e que em nada se parece com as antecessoras vendidas no Brasil até 2014, a Ford terá como desafio reconquistar o mercado. Sobretudo os empresários do setor de transporte de carga. Nesse sentido, a marca terá de oferecer um bom serviço de pós-venda.

Nesse sentido, a Ford informa ter mais de 100 concessionárias. Além disso, a rede contará com espaços dedicados ao atendimento de frotistas. Seja como for, a marca aposta que a oferta de recursos de conectividade será um grande diferencial.

Para isso, a Ford Transit tem um modem de fábrica, o FordPass Connect. Esse sistema fornece informações ao usuário pelo celular. Assim, é possível conferir a quilometragem, o nível de combustível e localizar o veículo remotamente. Bem como agendar e acompanhar serviços e receber relatórios mensais.


Ou seja, a conectividade integrada da Transit é capaz de detectar mais de 3 mil tipos de alertas de funcionamento. Isso é feito por meio de luz indicativa no painel e mensagem no FordPass. Assim, dependendo da severidade dos alertas, um atendente da central entra em contato automaticamente com o cliente para informar e orientar na solução.

Ficha Técnica

CabineSimples
Motor
Potência
Torque
EcoBlue 2.0, quatro cilindros, 16V, turbodiese
170 cv a 3.500 rpm
39,7mkgf entre 1.750 e 2.500 rpm
TransmissãoManual de 6 marchas
Suspensão dianteiraIndependente, com molas helicoidais e barra estabilizadora
Suspensão traseiraFeixe de molas e amortecedores pressurizados
PBT técnico3.500 kg
PBTC técnico6.300 kg
Entre-eixos3.300 /3.750