Você está lendo...
Fábricas produzem mais caminhões e ônibus em março, veja os números
Mercado

Fábricas produzem mais caminhões e ônibus em março, veja os números

Mesmo diante de dificuldades com falta de componentes, sobretudo semicondutores, montadoras aumentam produção de caminhões e ônibus no País

Aline Feltrin

08 de abr, 2022 · 4 minutos de leitura.

Produção de caminhões
Crédito:Volvo/Divulgação
Produção de caminhões avança em março

Mesmo com as dificuldades impostas pela falta de componentes, especialmente semicondutores, o volume de produção de caminhões cresceu em março. De acordo com dados da Associação Nacional das Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), no último mês saíram das linhas de produção 13.472 caminhões. O número é 8,5% maior do que as 12.472 unidades feitas em março. E 18,8% superior ao produzido em fevereiro (11.389).

A produção também ficou maior no trimestre. De janeiro a março, as montadoras fabricaram 34.383 caminhões. Ou seja, 3,9% a mais sobre igual período do ano passado (33.082). De acordo com Marco Saltini, vice-presidente da Anfavea, as fábricas continuam a "respirar" um ambiente de negócios mais otimista. Assim, os pedidos estão mais aquecidos.

"Apesar das dificuldades, a logística das empresas continua a se organizar para produzir e entregar seus produtos conforme o cronograma", diz Saltini. Por segmento, a produção de pesados somou 6.312 unidades, alta de 1,4% sobre março do ano passado, quando foram feitos 6.224 caminhões desta categoria. Por outro lado, a produção de semipesados somou 4.381, a de médios, 624, e de semileves, 106. Todas as categorias tiveram.


Ônibus O500 R Super Padron
Mercedes-Benz/Divulgação

Ritmo de produção de ônibus ganha fôlego

Finalmente, a produção de ônibus ganhou ritmo. De acordo com a Anfavea, as fabricantes produziram 2.421 chassis em março. Alta, portanto, de 12,6% sobre as 2.151 unidades entregues no mesmo mês de 2021. Na comparação com fevereiro, quando as empresas entregaram 1.956 chassis, o avanço foi ainda maior, com 13,8% de crescimento.

Na análise trimestral, a indústria de chassis também tem saldo positivo. As empresas produziram 5.702 unidades, ou seja, 526 a mais na comparação com igual período do ano passado. Segundo a Anfavea, foi o melhor março e o melhor trimestre desde 2014.


"Apesar de todas as dificuldades que o setor de ônibus vem enfrentando desde o início da pandemia, agora está em recuperação", comenta Saltini. Na visão do executivo, a renovação da frota de ônibus urbano e os pedidos do Programa Caminho da Escola referentes ao ano passado vão ajudar a aquecer as  linhas nos próximos meses.