Notícias

e-Delivery teve todas as 100 primeiras unidades vendidas

De acordo com a VWXCO, os 100 e-Delivery foram vendidos para clientes e faturados para a rede de concessionárias

Redação

19 de ago, 2021 · 4 minutos de leitura.

VW vende as primeiras 100 unidades de lançamento do e-Delivery" >
VW vende as primeiras 100 unidades de lançamento do e-Delivery
Crédito:VWCO/Divulgação
VW vende as primeiras 100 unidades de lançamento do e-Delivery

Os 100 e-Delivery que marcam a estreia do primeiro caminhão elétrico feito no Brasil já foram vendidos. Assim, o lote oferecido pela Volkswagen Caminhões e Ônibus se esgotou cerca de quatro semanas após a apresentação do modelo. De acordo com a empresa, as vendas foram para clientes e para a rede de concessionárias.

Assim, a fábrica de Resende (RJ) já tem programação para fazer 200 e-Delivery. Isso porque 100 caminhões já haviam sido encomendados pela Ambev. Segundo a VWCO, a cervejaria receberá as entregas até o fim do ano. Por sua vez, os compradores do lote de 100 unidades receberão seus caminhões a partir de novembro.

Você também vai gostar de


De acordo com a VWCO, 20 e-Delivery do lote de 100 foram comprados pela Coca-Cola Femsa. Por sua vez, a JBS levou um caminhão. Além disso, 58 empresas estavam interessadas no modelo, segundo Roberto Cortes, CEO e presidente da VWCO.

Rede recebe treinamento

Seja como for, os primeiros compradores ganham várias vantagens grátis. Por exemplo, a plataforma Rio de conectividade. Bem como cinco anos do programa de gestão e-Fleet. Além de dois anos de garantia para o trem de força e cinco para o conjunto de baterias.

Além disso. a marca prepara a rede para atender o e-Delivery. Nesse sentido, o treinamento, que começou em São Paulo e Rio de Janeiro, já chega a outras capitais. Por exemplo, Belém, Cuiabá, Curitiba, Goiânia e Recife.

Seja como for, desde 2017 a VWCO trabalha no e-Delivery. Primeiramente, o modelo surgiu como protótipo na Alemanha. Em seguida, ganhou força com a intenção da Ambev de adquirir 1,6 mil unidades. Dessa forma, o modelo nasceu a partir de um investimentos de R$ 150 milhões.

e-Delivery foi testado por 400 mil km

Assim, o e-Delivery é o primeiro caminhão elétrico feito em série no País. Mas antes de chegar à linha de produção foram feitos cerca de 400 mil km de testes. Nesse sentido, 45 mil km foram em operações reais feitas pela Ambev.

Finalmente, foram lançadas duas versões, com tração 4x2 e 6x2. Da mesma forma, o peso bruto total (PBT) pode ser de 11 e 14 toneladas.

Segundo a VWCO, as duas têm motores elétricos de 300 kW (408 cv) de potência e 219,2 kgfm de torque. Além disso, podem receber conjunto de três ou seis baterias. Com resultado, a autonomia varia de 150 km a 300 km.