Notícias

Cummins Brasil tem novo presidente

A partir do dia 1º de maio o engenheiro Adriano Rishi será o novo presidente da fabricante de motores, Cummins... leia mais

Redação

24 de mar, 2021 · 3 minutos de leitura.

Cummins
Adriano_Rishi(H)
Crédito:

A partir do dia 1º de maio o engenheiro Adriano Rishi será o novo presidente da fabricante de motores, Cummins Brasil. Ele irá substituir Luis Pasquotto que acaba de deixar o cargo para se aposentar após 29 anos de dedicação à empresa.  

Portanto, nesta nova posição, Rishi será responsável por impulsionar o crescimento da companhia e buscar novos negócios. E também trará uma agenda de fomento à diversidade e impactos positivos na comunidade.

De acordo com a Cummins, além da presidência e da liderança da Unidade de Motores no Brasil, Rishi continuará  líder da Engenharia para a América Latina. Cargo que ocupa desde 2016. 
 
Aliás, o executivo iniciou a sua trajetória na Cummins em 1995 como estagiário. Desde então, ocupou diversas posições de liderança na engenharia. Onde ficou até alcançar a atual posição de diretor executivo América Latina. Sob sua responsabilidade, a engenharia da Cummins se expandiu na região e passou a exportar profissionais para outros países.  No entanto, Rishi também esteve envolvido com os produtos e as tecnologias que a empresa desenvolveu nos últimos 19 anos para a América Latina. 

Leia também: Volvo e Daimler concluem acordo para produção de células a combustível

Mais reestruturações  

De acordo com a Cummins,  Mariana Pivetta será a nova líder de Excelência Funcional de Vendas no Brasil, cargo que ocupará efetivamente em 1º de maio. Nesta posição, Pivetta será responsável por acelerar o crescimento e rentabilidade de todas as Unidades de Negócios do Brasil. Incluindo, portanto, Motores, Distribuição, Peças, Grupos Geradores, Filtros, Turbos e Emission Solutions. Mariana vai reportar diretamente para Rishi. 
 
Por fim, a executiva deixará o cargo de gerente geral da Distribuidora Cummins Brasil (DCB). Ela  ocupou essa função nos últimos quatro anos. A posição de Pivetta no comando da Distribuidora Cummins Brasil será substituída em breve. Aliás, na Cummins desde 2009, Pivetta transitou por diversas posições dentro de Finanças.