Lançamentos

Citroën e Peugeot lançam furgões com PBT de 3,5 toneladas

A nova versão Cargo dos furgões Citroën e Peugeot, direcionadas às operações urbanas, podem ser guiadas por motoristas com CNH de carteira B

Redação

03 de jun, 2021 · 5 minutos de leitura.

Citroën e Peugeot lançam furgões de 3,5 t de PBT" >
Citroën e Peugeot lançam furgões de 3,5 t de PBT
Crédito:Peugeot/Divulgação
Citroën e Peugeot lançam furgões de 3,5 t de PBT

Citroën e Peugeot lançaram a versão Cargo do Jumper e do Boxer, respectivamente. Ou seja, trata-se do mesmo modelo, que tem Peso Bruto Total (PBT) de 3,5 toneladas. Porém, cada um é de uma marca. Seja como for, ambos podem ser guiados por motoristas com CNH de categoria "B". Da mesma forma, tanto ao Jumper Cargo quanto o Boxer Cargo têm preço sugerido de R$ 225.990,00.

Uma das vantagens dos veículos dessa categoria é a liberação nas zonas de restrição a circulação de pesados. Ou seja, algo cada vez mais comum sobretudo nas grandes cidades.

Você também vai gostar de


Veja o teste do novo Iveco Daily, que tem força de caminhão e conforto de carro

Porém, os novos furgões têm capacidade de carga útil de 1.311 kg de carga útil. Ou seja, menos que os modelos maiores das duas marcas, cuja capacidade é de até 1.667 kg. Na prática, a área reservada ao transporte de mercadorias é de 13 m³.

Segundo as marcas, a distância entre as caixas de roda é de 1.422 mm. Além disso, a largura máxima da parte interna é de 1.870 mm. De acordo com Citroën e Peugeot, isso garantem versatilidade na acomodação de cargas.

No mesmo sentido, há porta lateral deslizante, com 1.562 mm de largura. Da mesma forma, as duas portas traseiras têm abertura de até 270º. Ou seja, são soluções que facilitam o embarque e também o desembarque de mercadorias.

Conforto a bordo

De acordo com Citroën e Peugeot, os dois modelos vêm bem equipados. De maneira idêntica, trazem ar-condicionado, retrovisores com controles elétricos e tomada do tipo USB. Bem como acionamento elétrico dos vidros, travas e ajuste do facho dos faróis.

Além disso, há dez porta-objetos. Nesse sentido, há dois porta-luvas, sendo um com chave e outro sem. Da mesma forma, há um amplo nicho na parte superior da cabine, com 22 litros de volume útil.

Segundo as duas marcas, essa área é bastante útil para levar objetos do motorista e passageiros. E, por ser discreto e fora da área de visão de quem está do lado de fora, contribui com a segurança.

Além disso, o encostos de cabeça dos bancos têm ajuste de altura. Aliás, há ainda apoio de braço entre os assentos. No caso do motorista, há também regulagem para a lombar.

Continua depois do anúncio

Tanto o Citroën quanto o Peugeot vêm com controle eletrônico de estabilidade. Bem como com air bag dianteiro duplo e assistente de saída em rampa. Todos esse itens são de série.

O motor de ambos é um 2.0 de quatro cilindros turbodiesel. A potência é de 130 cv e o torque total é de 34,7 mkgf. O câmbio é sempre manual de seis velocidades.

A suspensão dianteira é independente e do tipo pseudo McPherson. Ou seja, tem molas helicoidais, amortecedores hidráulicos e barra estabilizadora. Já a traseira tem eixo rígido, molas semielípticas e amortecedores hidráulicos.