Você está lendo...
Caminhões e ônibus elétricos e a gás têm alta de 663% nas vendas
Notícias

Caminhões e ônibus elétricos e a gás têm alta de 663% nas vendas

As vendas de caminhões e ônibus elétricos e a gás de janeiro a maio de 2022 superam as do ano passado inteiro, segundo a Anfavea

Aline Feltrin

09 de jun, 2022 · 4 minutos de leitura.

caminhões e ônibus elétricos e a gás
Volkswagen Caminhões inicia a pré-venda do e-Delivery de 11 t e 14 t
Crédito:VWCO/Divulgação
Volkswagen Caminhões inicia a pré-venda do e-Delivery de 11 t e 14 t

A venda de caminhões e ônibus elétricos e a gás no Brasil alcançou 496 unidades nos cinco primeiros meses de 2022. Embora o número absoluto ainda seja pequeno, indica crescimento expressivo na comparação com o mesmo período de 2021. Ou seja, de janeiro a maio do ano passado, o segmento emplacou apenas 65 unidades. Portanto, a alta foi de 663%.

Além disso, apenas neste período de 2022 as marcas venderam mais do que em todo o ano passado. Em outras palavras, em 2021 inteiro foram emplacados 408 caminhões e ônibus elétricos e a gás no Brasil. Segundo dados da Associação Nacional das Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).


Leia também: Brasil terá várias soluções de energia para reduzir emissões de caminhões e ônibus

Conforme o vice-presidente da Anfavea, Gustavo Bonini, não é possível projetar quantos caminhões e ônibus elétricos e a gás serão vendidos no País em 2022. Porém, ele disse ao Estradão que "o crescimento é exponencial é a tendência é de continue em ritmo de alta". No Brasil e no mundo.

Modelos a diesel são maioria

De acordo com o executivo, a demanda por veículos que produzam menos emissões é de toda a sociedade. Segundo Bonini, os clientes querem que toda a cadeia, inclusive a de transporte, participe da busca pela mobilidade sustentável de carga.


Seja como for, a venda de caminhões e ônibus com motor a diesel ainda a esmagadora maioria da preferência. De acordo com a Anfavea, nos cinco primeiros meses de 2022 a participação desses veículos nas vendas foi de 99,5%. Contudo, já é possível notar uma ligeira retração. Ou seja, no mesmo período de 2021 a participação foi de 99,9%.

Maior número é de caminhões

Segundo a Anfavea, mais de 90% das vendas de veículos comerciais com sistemas alternativos ao diesel no Brasil são de caminhões. Portanto, no caso dos ônibus o número é ainda menor.

Seja como for, as vendas de veículos comerciais elétricos de janeiro a maio somaram 407 unidades. Bem como 89 com motores a gás no País. A maior parte das vendas é de caminhões leves e semileves elétricos. Depois, vêm os pesados movidos a gás.


Por enquanto, a Scania é a única marca no Brasil a oferecer caminhões e ônibus movidos a gás. Por outro lado, as chinesas JAC Motors e BYD, bem como a Volkswagen, vendem caminhões leves a eletricidade.
Aliás, a marca alemã é a única a produzir esse tipo de veículo no País. A BYD vende também vende um caminhão semipesado elétrico.