Notícias

Caminhão Tesla Semi elétrico terá preço de VW e-Delivery

Caminhão 100% elétrico da Tesla pode chegar nos próximos meses com direção autônoma, autonomia de até 800 km e preço de VW e-Delivery

Redação

26 de jul, 2021 · 5 minutos de leitura.

Tesla Semi deve começar a ser produzido ainda este ano" >
Tesla Semi
Crédito:Tesla/Divulgação
Tesla Semi deve começar a ser produzido ainda este ano

O Tesla Semi finalmente está próximo de ter a produção em série iniciada. Pelo menos é isso que prometem fontes da marca norte-americana. Portanto, se isso se concretizar, o Tesla Semi será o primeiro caminhão elétrico para longas distâncias do mundo. As informações são do site Electrek.

Nesse sentido, a Tesla está construindo um prédio próximo ao da gigafactory, em Nevada, nos Estados Unidos. Segundo rumores, a linha de produção de eixos elétricos já está pronta. Ou seja, o principal componente estaria disponível. O preço seria parecido com o do e-Delivery. Confira abaixo.

Você também vai gostar de


A princípio, a Tesla deve produzir cinco caminhões elétricos por semana. Seja como for, a própria Tesla deve ficar com as primeiras unidades. Em seguida, começam as entregas aos clientes que fizeram encomendas. Por exemplo, a Pepsico comprou 15 unidades para sua operação na Califórnia.

Tesla Semi foi apresentado em 2017

Portanto, se a produção começar mesmo, o Tesla Semi chegará com ao menos dois anos de atraso. A princípio, a marca prometei iniciar as entregas em 2019. Ao menos foi isso que disse o dono da marca, Elon Musk, durante a apresentação do caminhão elétrico, em novembro de 2017.

De qualquer maneira, o Tesla Semi deve revolucionar o serviço de transporte de carga. Sobretudo nos EUA. Isso porque caminhão traz tecnologias mais modernas que as apresentadas por outras marcas. Assim, pesa a favor da Tesla o fato de a empresa produzir apenas veículos elétricos.

Primeiramente, chama atenção o desenho, que contribui com a aerodinâmica. Ou seja, quanto menor for a resistência ao ar, menor será o consumo de energia. Em outras palavras, o Tesla Semi tem 0,36 de coeficiente aerodinâmico (Cx). Por exemplo, o de picapes médias é de cerca de 0,40.

Grandes autonomia e desempenho

Além disso, o Tesla Semi promete autonomia similar à de caminhões com motor a diesel. Ou seja, isso resolveria um dos principais entraves às operações de longa distância por caminhões elétricos.

De acordo com a marca, o peso bruto total (PBT) é de 36 toneladas. Assim como a autonomia poderia variar de 480 a 800 km, conforme o pacote de baterias.

Conforme a Tesla, o desempenho é outro destaque. Nesse sentido, o Semi é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 20 segundos. Além disso, o modelo vai trazer o Autopilot, Ou seja, o sistema autônomo de condução da marca.

Semi terá preço de VW e-Delivery

Assim como os automóveis da Tesla, o caminhão poderá trafegar sem intervenção do motorista. Nesse sentido. também pode compor um comboio. Ou seja, permite sincronizar vários caminhões para que sigam em fila.

Segundo a fabricante, o caminhão elétrico Semi deverá ter preço a partir de US$ 150 mil. Ou seja, na conversão direta, sem impostos, isso dá uns R$ 780 mil.

Continua depois do anúncio

De acordo com a empresa, o transportador teria o retorno do investimento em dois anos. Nesse sentido, segundo a Tesla, pesa a favor a redução dos custos com diesel e manutenção. O caminhão elétrico não tem itens como fluídos de motor e direção, bem como filtros e outros itens de desgaste acentuado.

Seja como for, para comparação, o preço do Tesla Semi é próximo ao do e-Delivery. Porém, o caminhão elétrico da Volkswagen é um médio.