Redação

16/10/2020 - 4 minutos de leitura.

Toyota e Hino Trucks vão desenvolver caminhão pesado movido a hidrogênio

O caminhão está sendo desenvolvido para o mercado norte-americano, mas as marcas também planejam lançamento de um semipesado a célula de hidrogênio no mercado japonês

caminhão
Crédito: Divulgação/Toyota

A Toyota escolheu a sua subsidiária Hino Trucks para desenvolver um caminhão pesado movido a célula de hidrogênio classe 8 para o mercado americano. A informação é do site Truck News. Com a parceria, as marcas também planejam o lançamento de um caminhão semipesado. O protótipo será apresentado no início de 2021.

Antes de escolher a Hino Trucks, a Toyota havia passado alguns anos projetando um caminhão de célula de combustível com a marca Kenworth da Paccar. No momento, as empresas estão começando a produzir os primeiros caminhões para testes no sul da Califórnia.

A fabricante apresentou recentemente o chassi Hino XL, equipado com a tecnologia de célula de combustível desenvolvida pela Toyota. Agora, a Toyota planeja usar o recém-desenvolvido chassi da Série XL da Hino com a tecnologia de célula de combustível criada por ela.

Caminhão a hidrogênio

Vários fabricantes de caminhões estão desenvolvendo plataformas de emissão zero para o mercado americano. A Freightliner, marca da Daimler Trucks, e a Volvo têm caminhões elétricos a bateria que trabalham em programas piloto no sul da Califórnia.

As empresas estão projetando transportadores de carga que podem substituir grandes plataformas a diesel. Isso reduzirá poluição, começando nos portos de Los Angeles e Long Beach, na Califórnia.

O complexo portuário de Los Angeles e Long Beach é a maior porta de entrada de comércio para cargas conteinerizadas na América do Norte. Por esses portos passam 20% de toda a carga americana.

A Nikola também está trabalhando em um caminhão de célula de combustível de hidrogênio. Mas  recentemente se tornou alvo de uma investigação da Comissão de Valores Mobiliários sobre supostas fraudes. O fundador da empresa, Trevor Milton, renunciou ao conselho de administração. Tanto Milton quanto Nikola negaram qualquer irregularidade e disseram que aceitam a investigação.

A Hyundai acaba de iniciar um programa para usar caminhões de células de combustível na Suíça. A empresa também já sinalizou que que estava avaliando o desenvolvimento de  caminhão para o mercado americano.

Notícias relacionadas