Notícias

Ônibus elétrico da BYD entra em testes em Ribeirão Preto

O ônibus elétrico BYD D9W pode levar 29 passageiros sentados e 51 em pé, tem autonomia de 250 km e a recarga das baterias é feita em até 4 horas

Redação

14 de mai, 2021 · 4 minutos de leitura.

ônibus elétricos
ônibus
Crédito:

Um ônibus elétrico da BYD entrou em testes em  Ribeirão Preto, cidade do interior de São Paulo. De acordo com a empresa, o modelo é um D9W ? 20 de piso baixo. De acordo com a marca, o veículo pode levar 29 passageiros sentados e 51 em pé.

Dessa forma, o objetivo é avaliar a viabilidade dessa tecnologia. De acordo com a BY, o ônibus elétrico deixa de emitir 110 toneladas de CO2 por ano. Ou seja, em relação a um modelo equivalente, mas com motor a diesel.

Nesse sentido, São José dos Campos, também em São Paulo, saiu na frente. A cidade encomendou 12 ônibus elétricos da BYD com carroceria Marcopolo. O lote que começou a ser entregue.

Ônibus elétrico tem autonomia de 250 km

O BYD D9W - 20 tem autonomia de 250 quilômetros. Ou seja, pode circular o dia inteiro sem precisar recarregar as baterias. Segundo a BYD, a recarga total é feita em até quatro horas.

De acordo com a fabricante, as baterias são de ferro-lítio. Além disso, têm vida útil de 15 anos. Depois disso, podem ser usadas em sistemas de armazenamento de energia.

Ainda segundo a empresa, não há metais pesados em sua composição. Portanto, sua reciclagem e descarte é mais fácil de ser feita.

Motor elétrico gera o equivalente a 420 cv

Em suma, o chassi BYD D9W pode ser montado em carrocerias com até 13,2 metros de comprimento. Segundo a empresa, o motor elétrico gera 250 kW, equivalentes a 402 cv de potência.

O modelo que está em testes tem vários recursos modernos. Ou seja, ar-condicionado, tomadas USB e até câmeras.

Aliás, esse não é o único modelo feito pela BYD em Campinas (SP). De acordo com a marca, há ainda o chassi de piso alto (D9A), o midi bus (D7M) e o chassi de 22 metros (D118).

BYD fabrica baterias em Manaus

A inauguração da planta foi em 2015. Dois anos depois, a empresa iniciou a produção de módulos fotovoltaicos.

No ano passado, a companhia inaugurou uma fábrica de baterias no Brasil. A unidade fica na zona franca de Manaus.

A marca chinesa está presente em todos os continentes. Segundo a BYD seus veículos operam em mais de 300 cidades de 50 países.

Continua depois do anúncio