Mercado

Ônibus: Caminho da Escola e fretamento puxarão vendas em 2021

O setor de ônibus amargou resultados negativos em 2020. Por causa da pandemia, a queda nas vendas deverá ser de... leia mais

Aline Feltrin

07 de dez, 2021 · 4 minutos de leitura.

Caminhão elétrico" >
Volta Zero
Crédito:Volta Trucks/Divulgação
Volta Trucks finaliza projeto do Zero para produzir as primeiras unidades

O caminhão elétrico Volta Zero começa a rodar em testes a partir do início de 2022. Com isso, a startup sueca Volta Trucks dá um passo importante rumo à produção em série do modelo. O caminhão elétrico com aparência de ônibus vai ser feito pela Steyr Automotive. A empresa austríaca já produz veículos elétricos para várias marcas.

LEIA TAMBÉM: Mercedes-Benz GenH2 a hidrogênio inicia testes em estrada

Assim, 25 protótipos entrarão em operação no primeiro trimestre de 2022. Assim o objetivo é permitir a validação dos desenhos industriais. Bem como viabilizar a realização de testes práticos. Revelado em setembro de 2020, o Volta Zero tem visual peculiar. Nesse sentido, tem ampla área envidraçada e o motorista fica em posição rebaixada, no centro da cabine.

caminhão elétrico

Segundo a Volta Trucks, as linhas são assinadas pelo estúdio inglês Astheimer Design. Em suma, o projeto foca operações urbanas. Nesse sentido, trata-se do primeiro caminhão elétrico do mundo com peso bruto total (PBT) de 16 toneladas. Além disso, haverá opções de 7,5, 12 e 18 toneladas. Assim, vai operar na coleta e entrega de cargas em grandes centros.

Caminhão elétrico da Volta terá autonomia de até 200 km

De acordo com a marca sueca, em relação ao modelo conceitual, pouca coisa mudou. Por exemplo, a linha que une a cabine ao compartimento de carga, que era diagonal, passou a ser vertical. Além disso, foi retirada a barra horizontal que unia os conjuntos de faróis. E o assolhado, coberto de madeira reciclada, recebeu tapetes de borracha.

Inicialmente, o Volta Zero terá baterias com potências de 150 e 225 kWh. Com isso, o caminhão elétrico terá autonomia para rodar de 150 a 200 quilômetros com uma única carga. Conforme dados da marca, a velocidade máxima será de 90 km/h. Também chama a atenção no novo modelo a grande variedade de soluções eletrônicas. Sobretudo voltadas à segurança.

Conforme a empresa, vários deles serão itens de série. Por exemplo, o caminhão elétrico virá com câmeras em vez de espelhos retrovisores e sensores de ponto cego. Bem como controle adaptativo de velocidade e radares de monitoramento de tráfego, entre outros.