Você está lendo...
Empresas de ônibus investem em programas de benefícios
Passageiros

Empresas de ônibus investem em programas de benefícios

Empresas de transporte de passageiros lançam inéditos programas de benefícios para atrair os clientes de volta aos ônibus

Redação

02 de ago, 2021 · 5 minutos de leitura.

ônibus
Empresas de transporte de passageiros
Crédito:Divulgação
Empresas de transporte de passageiros

O setor de transporte de passageiros em ônibus cresceu 12,4% de janeiro a maio de 2021 no Brasil. Nesse sentido, apenas o segmento de turismo registrou alta de 23,3%. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em outras palavras, especialistas dizem que o brasileiro está se sentindo mais seguro para voltar a viajar de ônibus. Além disso, empresas do setor oferecem benefícios para estimular a volta dos passageiros.

Nesse sentido, o Grupo Guanabara acaba de lançar o Programa Viva. Ou seja, um sistema que funciona como um clube de recompensas. O grupo que reúne as empresas UTIL, Brisa, Sampaio, Real Expresso, Rápido Federal e Expresso Guanabara,


Cada R$ 1 vira 2,5 pontos

O grupo opera rotas em todo o País. Ou seja, nas regiões Sudeste, Centro Oeste e Nordeste. Assim, oferece opção de trocar pontos por passagens de ônibus.

Bem como por produtos em grandes redes varejistas. Por exemplo: Lojas Americanas, C&A, Carrefour e a rede Drogasil.

Nesse sentido, a cada R$ 1 em passagens o cliente acumula 2,5 pontos. Depois, pode trocar esses pontos por novos bilhetes ou produtos.


Viva não tem restrição

Segundo a diretora de marketing do Grupo Guanabara, o programa é muito vantajoso para o passageiro. "Não há restrição de assentos, classe ou data de viagem", dia ela.

De acordo com a empresa, o programa foi criado em parceria com a LTM e a Vertem. Ou seja, startups voltadas ao desenvolvimento de novos negócios.

Nesse sentido, o Viva foi lançado em abril. Segundo o Grupo Guanabara, o programa está disponível em todo o Brasil.


Várias opções de serviços

Além disso, há parcerias com os restaurantes nos locais onde os ônibus fazem paradas. Bem como com opções de hospedagens na área de operação dessas viações.

Seja como for, o Grupo Guanabara não está sozinho. Nesse sentido, também há o Clube Giro, do Grupo JCA. Bem como o Muviflex, da Planalto e Unesul.

Nesse sentido, eles oferecem vantagens com descontos na compra de passagens. Bem como benefícios que incluem até a oferta de viagens grátis.


Investimento em biossegurança

Da mesma forma, as empresas vêm investindo para reduzir os  impactos causados pela pandemia. Nesse sentido, apostam também em sistemas de segurança nos veículos.

Assim, entre as medidas está a oferta de álcool em gel para os passageiros na entrada dos veículos. Além disso, as empresas apostam na higienização dos ônibus.

Segundo especialistas, isso pode neutralizar a ação dos vírus em até 99,7% dos casos. Bem como eliminar fungos e bactérias.


Investimento de R$ 3 bilhões

De acordo com as empresas, a desinfeção é feita antes de cada partida dos ônibus.
Além disso, durante a viagem é obrigatório o uso de máscaras por todos a bordo.

Nesse sentido, as companhias projetam investir cerca de R$ 3 bilhões até 2023. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Transportes Terrestres Interestaduais de Passageiros (ABRATI).

Como resultado, isso deve melhorar aspectos como conforto. Bem como a segurança a bordo e novas soluções integradas. Ou seja, mais clubes de benefícios e pacotes incluindo hospedagem, entre outras opções.