Volvo FH12 380 introduziu tecnologias de ponta no Brasil

Volvo FH12 380 introduziu o motor eletrônico em caminhões no Brasil e muitos conceitos de segurança

Volvo FH12 380 introduziu tecnologias de ponta no Brasil
Crédito: Volvo/Divulgação

O Volvo FH12 380 Globetrotter (andarilho) fez história no Brasil. Feito na suécia, o cavalo-mecânico chegou ao País em 1994 e ficou conhecido não só por trazer várias e importantes inovações tecnológicas. A cabine “cara-chata” chamava a atenção em uma época na qual os caminhões “bicudos” eram predominantes no mercado brasileiro.

O modelo chegava cheio de inovações voltados à segurança e ao conforto. Portanto, logo ganhou a confiança dos consumidores e as estradas do País.

O primeiro FH12 380 vendido no País foi adquirido pela XHP Transportes. A empresa paulista transportava frutas em baús frigorificados do norte da Argentina para a Ceagesp de São Paulo.

No ano em que começou a ser vendido no Brasil o Volvo FH12 ganhou o Truck Of The Year. Trata-se do mais importante prêmio do setor no mundo. O reconhecimento é concedido a veículos que se destacam pela inovação e segurança. A escolha do vencedor é feita por um grupo de jornalistas especializados em transporte de dezenas de publicações europeias.

Para desenvolver o FH12, a Volvo investiu US$ 1 bilhão. Foi o maior volume de dinheiro aplicado em um único projeto por uma fabricante de veículos comerciais na época. Até hoje, há raros casos de volumes tão grande de recursos aplicados em um mesmo produto.

A cabine Globetrotter chamava a atenção dos caminhoneiros

 

Volvo FH12 380 e a segurança veicular

Fabricado na cidade de Umea, na Suécia, o Volvo FH12 tinha motor de 12,1 litros e seis cilindros em linha. Com cabeçote de 24 válvulas, turbo e intercooler, gerava 380 cv de potência.

Batizado de D12A, foi o primeiro motor com gerenciamento eletrônico a equipar um caminhão vendido no Brasil. Também inovou ao trazer comando de válvulas no cabeçote e um bico injetor para cada cilindro.

A função mais importante da unidade de comando eletrônico é gerenciar a injeção de combustível. Vários sensores captam informações em tempo real, como regime de rotações, mudança de velocidade e temperatura do líquido de refrigeração. Com base nesses dados o sistema garante a melhor performance ao motor.

Graças a eletrônica, era possível ter um controle mais preciso e eficiente da injeção de combustível, até então feita por bombas injetoras. A eletrônica do motor proporcionou menor consumo de diesel e menor emissão de poluentes. Estes atributos contribuíram decisivamente para a rápida disseminação de motores totalmente eletrônicos.

Para se ter uma ideia, com o Volvo FH12 foi possível fazer diagnóstico de falhas computadorizado.

Por dentro do FH12

Além de um motor totalmente eletrônico, o FH inovou com uma série de atributos, como a moderna cabine, projetada e construída sob o conceito de célula de segurança. Denominada Globetrotter era estampada em aço de alta resistência, o High Strength Steel (HSS), uma inovação no setor de transporte de cargas. Alumínio e fibra de vidro também foram usados na fabricação de inúmeros componentes.

O painel do FH12 era curvado privilegiando a ergonomia e a segurança do condutor

 

Com duas camas confortáveis em forma de beliche e altura interna de 1,95 metros, a cabine Globetrotter do FH12 também inovou no que se refere a aerodinâmica. De formato cônico e com ângulos suaves, era o resultado de uma concepção que, desde o início, procurou reduzir ao mínimo a resistência ao ar. Esta redução contribuiu acentuadamente para baixar o consumo de combustível e elevar a velocidade média.

A suspensão da cabine proporcionava excelente amortecimento em pisos irregulares, pois era formada de câmaras pneumáticas com amortecedores de duplo efeito.

A bordo, o painel era de forma côncava, envolvente, com instrumentos de fácil leitura. Todas as exigências das mais rigorosas normas de segurança foram avaliadas em diferentes testes de impacto.

Para celebrar os 25 anos do Volvo FH no Brasil, a fabricante, em 2018, lançou uma série especial que reunia as tecnologias introduzidas no período

 

25 anos depois

Em 2018 o FH completou 25 anos e em comemoração, a Volvo apresentou uma edição especial que foi vendida no Brasil. Essa edição reuniu algumas das evoluções da Volvo nos últimos anos.

Não é novidade que o FH é um dos caminhões mais seguros do mundo. Algumas tecnologias hoje existentes começaram pelo caminhão pesado da Volvo.

Nos seus 25 anos, o Volvo FH foi um criador de tendências. Muita coisa dele evoluiu para caminhões de outras marcas

 

Inovações do FH em 25 anos

1993 – Cabine curvada

1993 – Freio-motor Volvo Engine Brake

1993 – Motor D12A eletrônico

1995 – Airbag

1996 – Sistema de Proteção Frontal

1999 – Freios a disco

2001 – Transmissão automatizada I-Shift

2001 – Programa Eletrônico de Estabilidade

2006 – Volvo Engine Brake+ com 25% mais de poder de frenagem

2007 – Controle de Saída da Pista

2008 – Controle de Alerta ao Motorista

2012 – Aviso de Colisão com Freio de Emergência

2012 – I-See que faz a leitura das estradas

2013 – Volvo Dynamic Steering, de direção elétrica

2015 – Elevação automática do eixo tandem

2016 – I-Shift com Crawler Gears, transmissão mais reduzida

2017 – Volvo FH com motor GNL (Gás Liquefeito)



Notícias relacionadas