Andrea Ramos

12.12.2019 | 11:41

Volvo apresenta caminhões elétricos FL e FE para construção civil e uso urbano

A Volvo aposta em caminhões elétricos com a apresentação das versões a eletricidade do FL e do FE na Europa. Os modelos são protótipos e foram mostrados nas configurações para construção civil e transporte de cargas em cidades.

Volvo aposta cada vez mais em caminhões elétricos Crédito: VOLVO/DIVULGAÇÃO

A Volvo aposta em caminhões elétricos com a apresentação das versões a eletricidade do FL e do FE na Europa. Os modelos são protótipos e foram mostrados nas configurações para construção civil e transporte de cargas em cidades. O FL elétrico tem Peso Bruto Total (PBT) de 16 toneladas e o FE, de 27 toneladas. A autonomia é de 300 quilômetros, segundo informações da fabricante sueca.

caminhões elétricos
FOTOS; VOLVO/DIVULGAÇÃO

O caminhão elétrico pode contribuir também para melhorar a qualidade de vida do motorista. Principalmente por causa do baixo nível de ruído durante a operação. Diferentemente do que ocorre com caminhões com motor a diesel. Isso sem contar as emissões de poluentes, que são nulas no caso de caminhões elétricos.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

Outro foco da operação dos novos caminhões é o transporte de carga em áreas urbanas. Na Europa, esse tipo de caminhão roda, em média, 80 mil km por ano. “O aumento no uso de caminhões elétricos resultaria em ganhos climáticos significativos, desde que a geração da energia elétrica seja isenta de combustíveis fósseis,” diz Lars Mårtensson, diretor de meio ambiente e inovação da Volvo Trucks.

Caminhões elétricos em foco

“Nossa intenção é demonstrar diferentes soluções para o futuro, ao mesmo tempo em que avaliamos o interesse do mercado”, afirma o presidente da Volvo Trucks, Roger Alm.

O plano da Volvo Trucks para caminhões elétricos é iniciar as operações com um grupo restrito de clientes. Além da escolha dos setores de construção civil e distribuição regional, a marca terá um número limitado de veículos em operação.

Para Mårtensson, o futuro dos caminhões elétricos depende de uma série de fatores. Ele lembra que um dos mais importantes é a expansão da infraestrutura de recarga.

“Também são necessários incentivos financeiros para levar mais transportadores a investirem em veículos elétricos”, afirma o executivo da Volvo. “Os embarcadores também podem contribuir, oferecendo contratos mais longos e remunerando mais por transportes sustentáveis”, explica.

caminhões elétricos

Caminhão com motor a combustão

Embora a Volvo esteja investindo fortemente em caminhões elétricos, os com motores terão vida longa. Esses veículos continuarão sendo vitais para o transporte de carga de longa distância.

Isso porque as baterias ainda não garantem autonomia suficiente para longas viagens. Portanto, o desenvolvimento e melhoria dos motores a combustão continuará a desempenhar um papel-chave no transporte de carga no mundo todo.

“Os motores atuais são eficientes conversores de energia que podem operar com diesel ou diferentes combustíveis renováveis, como biogás liquefeito ou HVO, explica Mårtensson. “E ainda apresenta potencial.”

Notícias relacionadas