Você está lendo...
Volkswagen lidera vendas de caminhões em fevereiro; veja o ranking
Mercado

Volkswagen lidera vendas de caminhões em fevereiro; veja o ranking

Entre os caminhões mais vendidos, o Volvo FH 460 lidera mais uma vez o ranking de modelos pesados; VW Constellation e DAF XF fecham o "top 3"

Aline Feltrin

04 de mar, 2022 · 4 minutos de leitura.

caminhões ranking
Volkswagen lidera vendas de caminhões, mas a Volvo tem o modelo mais emplacado do ranking
Crédito:VWCO/Divulgação

As vendas de caminhões novos no Brasil somou 7.961 unidades em fevereiro. Embora a demanda esteja aquecida, o volume é 6,51% inferior a janeiro, quando foram emplacados 8.515 veículos. Por outro lado, o resultado foi 3,23% superior ao mesmo mês do ano passado, com 7.712 emplacamentos. Assim, houve crescimento no acumulado de 2022.

No primeiro bimestre, foram 16.476 modelos, sendo 1.505 a mais do que o mesmo mês do ano passado. Alta, portanto de 10,05%. Os dados são da Fenabrave, a federação dos concessionários no País.

Seja como for, o aumento da venda de caminhões ainda é reflexo dos pedidos feitos em 2021. Mas o presidente da Fenabrave, José Maurício Andreta Jr, enxerga com preocupação o desempenho das vendas nos próximos meses. "Juros altos, aumento de custos de produção e do diesel são fatores que podem impactar o segmento", aponta.


Volkswagen continua na liderança

Mais uma vez a Volkswagen aparece como a marca mais vendida de caminhões no ranking da Fenabrave. De acordo com os dados, a montadora vendeu 2.464 caminhões e uma participação de 30,95%. Na sequência vem a Mercedes-Benz com 2.195 caminhões e 27,57%. Em terceiro lugar, a Volvo com 1.491 vendas e 18,73%. Na quarta posição a Iveco com 802 unidades e participação de 10,07%. Por fim vem a Scania com 497 emplacamentos e 6,27% do mercado.

Volvo e Scania no topo: conheça os cinco caminhões mais vendidos em 2021
Volvo/Divulgação

Ranking dos caminhões mais vendidos em fevereiro

  • 1º) Volvo FH 540 - 515
  • 2º) Volkswagen 11.180- 499
  • 3º) DAF XF - 305
  • 4º) Mercedes-Benz Accelo 1016- 295
  • 5º) Volvo VM 270 - 252
  • 6º) Volvo FH 460 - 237
  • 7º) Volkswagen 24.280 - 202
  • 8º) Scania R 450 - 200
  • 9º) Mercedes-Benz Atego 1719 - 197
  • 10º) Volkswagen 9.170 - 190

Vendas de ônibus não reagem

Se os caminhões estão em alta, o mesmo não ocorre com o segmento de ônibus, que registrou resultado negativo em fevereiro. De acordo com a Fenabrave, o Brasil vendeu 1.123 unidades no mês, redução de 17,91% sobre as 1.368 unidades emplacadas em janeiro. Da mesma forma, queda de 21,36% sobre fevereiro do ano passado (1.428).


Dessa forma, o primeiro bimestre de 2022 se mostrou fraco em vendas, com apenas 2.491 unidades, queda de 9,48% sobre os 2.752 emplacamentos feitos em igual período de 2021. Segundo o presidente da Fenabrave, o segmento depende de programas de transporte público. E as operadoras de ônibus ainda não voltaram a direcionar investimentos para a renovação de frota. "A expectativa é que os resultados melhorem no decorrer do ano, tanto por conta das aquisições governamentais, como por parte da iniciativa privada", completa Andreta Jr.

Deixe sua opinião