Você está lendo...
Volkswagen lança versão 4x4 do Constellation 15.190
Lançamentos

Volkswagen lança versão 4x4 do Constellation 15.190

Caminhão chega para atender demandas de segmentos como os da construção, do agronegócio e do serviço público

Redação

21 de mar, 2019 · 3 minutos de leitura.

Constellation 15.190 4x4
Crédito:Foto: VWCO

A Volkswagen Caminhões e Ônibus amplia seu portfólio na categoria de caminhões médios com a oferta de uma versão 4x4 baseada no Constellation 15.190. O modelo traz a experiência da engenharia da fabricante em demandas para o Exército Brasileiro, para o qual já forneceu mais de 4.000 unidades traçadas, principalmente do Worker 15.210.

Agora com traje civil, a empresa espera atender às necessidades de aplicações severas fora de estrada, como as enfrentadas nos canteiros de obra, nas florestas de madeira, nos campos de cana-de-açúcar ou mesmo em serviços eletricitários e de resgate.

O modelo, com capacidade para 27 toneladas de peso bruto total combinado (PBTC), chega ao mercado configurado com o chamado pacote Robust, conjunto de itens pensado para operações severas, como para-choques metálicos e mais curtos, grades protetoras e revestimentos internos de vinil para facilitar limpeza.


Os atributos para encarar os terrenos difíceis também estão na arquitetura do caminhão. O veículo traz ângulo de ataque superior a 26°, eixo traseiro com bloqueio no diferencial com acesso ao recurso por meio de botão no painel, pneus específicos para o uso com tração integral, eixo dianteiro da Marmom Herrington, fornecedora também da caixa de transferência, responsável pela distribuição da tração entre os eixos.

O trem de força traz motor MAN de 4,6 litros de 186 cv e torque de 71,4 kgfm de 1.100 a 1.600 rpm com tecnologia de recirculação de gases EGR, o que permite operar sem necessidade do Arla 32. A característica se apresenta como um trunfo em locais afastados, carentes de infraestrutura de abastecimento. ?O Constellation 4x4 vai superar as expectativas de clientes em busca de um caminhão com vocação para o trabalho pesado, com a oferta do melhor custo de aquisição?, acredita Ricardo Yada, supervisor de marketing de produto da VWCO.

Deixe sua opinião