Aline Feltrin

02/12/2020 - 6 minutos de leitura.

Vendas de caminhões crescem 13,23% em novembro

As vendas de caminhões novos cresceram 13,23% em novembro de 2020 na comparação com outubro. No mês passado, foram emplacadas 9.021 unidades, ante as 7.967 de outubro. Os dados foram divulgados na manhã desta quarta-feira (2) pela Fenabrave

Vendas de caminhões
Crédito: Foto: Dan Boman/Scania

As vendas de caminhões novos cresceram 13,23% em novembro de 2020 na comparação com outubro. No mês passado, foram emplacadas 9.021 unidades, ante as 7.967 de outubro. Os dados foram divulgados na manhã desta quarta-feira (2) pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Na comparação com novembro de 2019, quando as vendas de caminhões foram de 9.163 unidades, houve queda de 1,55%. No acumulado dos 11 meses deste ano, o resultado também foi inferior ao do mesmo período do ano passado. De janeiro a novembro de 2020, foram vendidas 79.572 unidades. Isso representa 14,81% a menos ante as 93.405 emplacadas em 2019.

Presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Junior diz que a melhora contínua da expectativa do PIB aumentou a demanda por caminhões. Mas o executivo lembra que a falta de componentes e peças continua afetando a produção. Na prática, isso limita as vendas de caminhões.

“A maior oferta de crédito, com aprovação de sete de cada dez solicitações, e as taxas de juros abaixo de 1% têm impulsionado as vendas”, afirma Assumpção Junior. Mas ele ressalta que a oferta de alguns modelos continua reduzida. Dependendo do caminhão, o pedido feito hoje só será entregue no segundo semestre de 2021, informa o executivo.

Vendas de implementos registram queda

vendas de caminhões

Segundo Assumpção, o segmento de implementos rodoviários enfrenta desafios muito parecidos com os do setor de caminhões. “A produção continua limitada por falta de peças e componentes.” De acordo com ele, a entrega de alguns produtos adquiridos agora está sendo programada para abril de 2021.

Em novembro de 2020, foram emplacadas 6.405 implementos rodoviários novos no Brasil Houve queda de 5,1% na comparação com os 6.749 emplacamentos registrados em outubro. No acumulado dos 11 primeiros meses deste ano, foram registradas 60.024 vendas. Esse número é 2,59% maior que os 58.506 emplacamentos feitos de janeiro a novembro de 2019.

Ranking por marcas

No ranking por marca, a Mercedes-Benz lidera as vendas de caminhões no acumulado de janeiro a novembro de 2020. A marca alemã tem 33,79% de participação. Em seguida vem a Volkswagen/MAN, com 29,12%. A Volvo tem 16,61% do mercado, a Scania, 9,28%, a Iveco, 5,62% e DAF, 4,45%.

Por segmento, os pesados mantêm a liderança de vendas em 2020. No acumulado do ano, detêm 48,93% de participação. Em seguida vem semipesados (26,77%), leves (9,95%), médios (9,24%) e semileves (5,11%).

Por modelo, o topo do ranking é da Volvo, com o FH 540. Foram emplacadas 5.163 unidades. Em seguida está o caminhão médio Volkswagen Delivery 11.180, com 4.113 vendas. O FH 460 ficou com a terceira posição (3.368 unidades).

Vendas de caminhões – os dez mais (novembro/acumulado)

MARCA/MODELO NOV. ACUM.
1º VOLVO FH 540 602 5.163
2º VOLKSWAGEN 11.180 377 4.113
3º VOLVO FH 460 438 3.368
4º VW MAN/24.280 316 3.175
5º SCANIA/R450 492 2.939
6º VW/MAN 9.170 327 2.931
7º DAF/XF 105   39 2.916
8º MERCEDES-BENZ ACTROS 2651 373 2.814
9º MERCEDES-BENZ ATEGO 2426 262 2.206
10º MERCEDES-BENZ ACCELO 815 207  1.899

 

Os dez caminhões pesados mais vendidos

MARCA/MODELO NOV. ACUM.
1º VOLVO FH 540 602 5.163
2º VOLVO FH 460 492 2.939
3º DAF XF   39 2.916
4º MERCEDES-BENZ ACTROS2651 373 2.814
5º MERCEDES-BENZ ACTROS 2651 232 2.441
6ºMERCEDES-BENZ ACTROS 2546 164 1.683
7º SCANIA R 500 112 1.519
8º MERCEDES-BENZ AXOR 2544 187 1.487
9º MAN TGX 28.440   37 1.200
10º MERCEDES-BENZ AXOR 3344 110 1.199

 

Os dez caminhões semipesados mais vendidos

MARCA/MODELO NOV. ACUM.
1º VOLKSWAGEN 24.280 318 3.175
2º MERCEDES-BENZ ATEGO 2426 262 2.206
3º MERCEDES-BENZ ATEGO 1719 207 1.899
4º VOLVO VM 270 180 1.721
5º VOLKSWAGEN 17.190 137 1.154
6º VOLKSWAGEN 17.230 113 1.025
7º VOLKSWAGEN 26.280 165 986
8º VOLKSWAGEN 24.260 184 907
9º MERCEDES-BENZ ATEGO 3030 158 860
10º VOLVO VM 330 69 731

 

Os dez caminhões médios mais vendidos

MARCA/MODELO NOV. ACUM.
1º VOLKSWAGEN 11.180 377 4.113
2º MERCEDES-BENZ ATEGO 1419 99 795
3º VOLKSWAGEN 14.190 107 604
4º MERCEDES-BENZ/ACCELO1316 146 593
5º VW/MAN 13.180 73 465
6º IVECO TECTOR 11-190 48 404
7º VOLKSWAGEN 13.190 1 220
8º MERCEDES-BENZ 1418 9 62
9º FORD CARGO 1119 3 38
10º VOLKSWAGEN 15.180 0 8

 

Os dez caminhões leves mais vendidos

MARCA/MODELO NOV. ACUM.
1º VOLKSWAGEN 9.170 327 2.931
2º MERCEDES-BENZ ACCELO 815 204 1.931
3º MERCEDES-BENZ ACCELO 1016 204 1.914
4º IVECO TECTOR 9-190 31 384
5º HYUNDAI HD 80 25 195
6º IVECO DAILY 70C17 7 145
7º VOLKSWAGEN 9.160 11 110
8º FORD CARGO 816 2 85
9º FORD F-4000 1 78
10º MERCEDES-BENZ ACCELO 915 0 70

 

Os dez caminhões semileves mais vendidos

MARCA/MODELO NOV. ACUM.
1º MERCEDES-BENZ SPRINTER 416 183 1.612
2º MERCEDES-BENZ SPRINTER 415 14 712
3º  VOLKSWAGEN 6.160 50 481
4º MERCEDES-BENZ SPRINTER 516 68 462
5º MERCEDES-BENZ SPRINTER 515 0 198
6º IVECO DAILY 45-170 38 158
7º  IVECO DAILY 65-170 29 141
8º IVECO DAILY 55-170 21 82
9º IVECO DAILY 55C17 4 80
10º MERCEDES-BENZ SPRINTER 16 78

 

Setor de ônibus continua em crise

vendas de caminhões

Segundo informações da Fenabrave, no setor de ônibus, que também está sendo afetado pela falta de  componentes, há o agravante da baixa demanda. Em novembro, os emplacamentos somaram 1.744 unidades.

Houve queda de 5,32% ante as vendas de outubro, quando foram emplacados 1.842 ônibus novos. Na comparação com s 2.229 unidades vendias em novembro de 2019, a queda é de 21,76%.

No acumulado de janeiro a novembro de 2020, foram emplacados 16.668 ônibus no País. A queda ante os números registrados no mesmo período de 2019 é de 32,68%. Nos 11 primeiros meses do ano passado, foram vendidas 24.759 unidades.

Notícias relacionadas