Você está lendo...
Venda de implementos leves cresce em abril puxada pela construção civil
Mercado

Venda de implementos leves cresce em abril puxada pela construção civil

Aquecimento dos negócios do setor de construção civil garantiu que a venda de implementos como carrocerias sobre chassis avançassem em 2022

Redação

05 de mai, 2022 · 3 minutos de leitura.

venda de implementos
Crédito:Librelato/Divulgação
Venda de implementos rodoviários leves cresceu por causa do avanço da construção civil

A venda de implementos leves cresceu 6,3% em abril deste ano ante o mesmo mês de 2021. No mês passado, as vendas foram de 6.564 unidades. De acordo com a Associação Nacional das Fabricantes de Implementos Rodoviários, (Anfir). Ou seja, 389 a mais que em abril de 2021. Segundo o presidente da Anfir, Carlos Spricigo, isso é resultado do aquecimento dos negócios no setor de construção civil.

Leia também: Pneus terão vendas de 60 milhões de unidades em 2022, prevê Anip

Conforme Spricigo, o segmento de carrocerias sobre chassis amargou três anos de vendas reprimidas. Porém, ele diz que a tendência é de aquecimento da demanda. Nesse sentido, o acumulado das vendas nos quatro primeiros meses do ano confirma essa análise. Segundo a Anfir, de janeiro a abril foram vendidas 22.156 carrocerias sobre chassis. Ou seja 34,4% a mais que as 16.482 vendas de 2021.

Da mesma forma, a venda de implementos basculantes se destacou. O produto, utilizado em canteiros de obras, teve 3.090 vendidas de janeiro a abril de 2022. Em outras palavras, a alta foi de 58,87% em relação ao mesmo período de 2021.


Venda de implementos pesados em queda

Por outro lado, as vendas de reboques e semirreboques caíram em abril. De acordo com a Anfir, no mês passado a venda de implementos pesados somou 5.674 unidades. Portanto, são cerca de 900 a menos do que em abril de 2021. Segundo Spricigo, os consumidores estão cautelosos com relação ao rumo da economia no Brasil nos próximos meses.

?O segmento de pesados reagiu com agilidade nos últimos dois anos. Porém, tudo indica que agora há mais receio (dos clientes) em adquirir novos produtos?, diz o executivo.

Seja como for, no acumulado de janeiro a abril as vendas de reboques e semirreboques somaram 26.068 unidades. Portanto, a queda ante o mesmo período de 2021 foi de 9,4%. No ano passado, o segmento registrou 28.772 emplacamentos.


Assim, a venda de implementos leves como um todo continua estável. Assim, no primeiro quadrimestre de 2022, registrou 48.224 emplacamentos. Ou seja, 0,84% a mais que a soma das vendas de janeiro a abril de 2021.

Deixe sua opinião