Notícias

Venda de implementos é puxada por agronegócio e construção civil

Os dois setores respondem por 77% do volume de venda de implementos rodoviários no Brasil. que cresceu 48,65% de janeiro a julho de 2021

Redação

13 de ago, 2021 · 3 minutos de leitura.

Agro e construção puxam as vendas de implementos rodoviários" >
Agro e construção puxam as vendas de implementos rodoviários
Crédito:Noma/Divulgação
Agro e construção puxam as vendas de implementos rodoviários

A venda de implementos rodoviários no Brasil cresceu 48,65% em 2021. Em outras palavras, de janeiro a julho, a indústria entregou 91.943 unidades. Os dados são da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir). Segundo a associação, dois setores puxaram as vendas. Ou seja, o agronegócio e a construção civil.

Nesse sentido, o segmento de pesados foi o que mais cresceu: 57,06%. Assim, totalizou 53.103 vendas. Para comparação, no mesmo período de 2020 foram 33.936 unidades.

LEIA TAMBÉM: Actros motorhome tem 35 m², cama king size e custa R$ 5,47 milhões

Por sua vez, o segmento de leves cresceu 38,43%. Assim, 38.642 unidades foram emplacadas de janeiro a julho de 2021. Para comparação, no mesmo período de 2020 a venda de implementos somou 27.914 unidades.

Dois setores detêm 77% da venda de implementos

Os setores de agronegócio e construção civil contribuíram fortemente para a alta. Ou seja, os dois segmentos respondem por 77% do venda de implementos rodoviários em 2021.

Assim, das 91.943 unidades emplacadas de janeiro a julho, 67.442 foram destinadas aos dois setores. Segundo a Anfir, 51.860 das vendas estão ligadas ao agronegócio. Bem como 15.582 foram compradas por empresas ligadas à construção civil.

?Os dois setores estão suportando a recuperação enquanto a economia retoma seu curso normal?, diz o presidente da Anfir, José Carlos Spricigo. Nesse sentido, os implementos rodoviários ligados ao agronegócio são graneleiro, canavieiro e dolly.

Exportações estão em alta

Bem como o de transporte de toras, baú frigorífico e basculante. Isso entre reboques e semirreboques. Da mesma forma, no segmento de carroceria sobre chassis o destaque é o baú frigorífico,  .

Por sua vez, o setor de construção civil utiliza modelos com tanque carbono e carrega tudo. Assim como para carga geral, betoneira e basculante - na linha leve.

No mesmo sentido, as exportações registraram bom desempenho. Ou seja, a alta foi de 161,89%. Ou seja, de janeiro a julho de 2021 a indústria vendeu 2.192 unidades. No mesmo período de 2020, a venda de implementos rodoviários para o exterior somou 837 unidades.