Mercado

Venda de caminhões cresce 48,9% no Brasil em 2021; veja o ranking

De janeiro a agosto de 2021, a venda de caminhões novos soma 82.189 unidades, ante 55.163 registradas no mesmo período de 2020

Andrea Ramos

03 de set, 2021 · 5 minutos de leitura.

Até agosto Brasil emplacou 82.189 caminhões" >
Até agosto Brasil emplacou 82.189 caminhões
Crédito:DAF/Divulgação
Até agosto Brasil emplacou 82.189 caminhões

A venda de caminhões novos cresceu 48,9% em 2021. Ou seja, 82.189 unidades foram emplacadas de janeiro a agosto. No mesmo período de 2020 foram 55.163. O dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), que reúne as associações de concessionárias.

Nesse sentido, a venda de caminhões em agosto cresceu 10,18% em relação a julho e 56,79% ante agosto de 2020. Assim, no mês passado foram emplacadas 12.658 unidades. Em julho 11.488 caminhões novos foram vendidos no País. Por sua vez, em agosto de 2020 foram 8.073.

De acordo com os dados da Fenabrave, no acumulado de 2021 a Mercedes-Benz lidera a venda de caminhões novos. Em outras palavras, a marca alemã tem 30,34% de participação de mercado.

Venda de caminhões por segmento

Em seguida vem a Volkswagen/MAN, com 29,07% das vendas no período. Logo depois vem a Volvo, na terceira posição, com 16,58% de participação. A Scania aparece na quarta colocação, com 12,64%.  Ao passo que a Iveco tem 6,32% e a DAF, 4,37%.

Assim como ocorre tradicionalmente, os pesados são lideram a venda de caminhões por segmento. Assim, a participação no acumulado de janeiro a agosto foi de 51,47%.

Logo depois aparecem os semipesados (25,94%), seguidos pelos leves (9,26%) e pelos médios (8,62%). Por fim, os semileves representaram 4,71% das vendas.

Segundo a Fenabrave, o Volvo FH 540 somou 5.629 unidades emplacadas no acumulado de janeiro a agosto de 2021. Portanto, o cavalo-mecânico da marca sueca foi o caminhão mais vendido do Brasil nos primeiros oito meses do ano.

Em seguida está o Scania R 450, com 4.686 unidades. O Volkswagen Delivery 11.180 somou 3.877 emplacamentos no mesmo período. Como resultado, tomou o terceiro lugar do DAF XF, que caiu para a a quarta posição. O modelo da marca holandesa teve 3.528 unidades vendidas de janeiro a agosto..

Os 10 caminhões mais vendidos do Brasil

Venda de caminhões

Os dez caminhões pesados mais vendidos

Venda de caminhões

Caminhões semipesados mais vendidos

Venda de caminhões

Continua depois do anúncio

Os dez caminhões médios mais vendidos

Venda de caminhões

Os 10 caminhões leves mais vendidos

Venda de caminhões

Dez caminhões semileves mais vendidos

Venda de caminhões

Implementos rodoviários têm pequena queda

No acumulado de janeiro a agosto de 2021, as vendas de implementos rodoviários somaram 61.470 unidades. Ou seja, houve alta de 51,96% na comparação com o mesmo período de 2020. Nos oito primeiros meses do ano passado foram emplacadas 40.451 unidades.

Porém, na comparação de agosto com julho, houve queda nas vendas. Assim, o setor emplacou 8.145 implementos rodoviários no mês passado. Ou seja, o recuo ante as 8.426 unidades vendidas no mês anterior foi de 3,3%.

Venda de ônibus ainda não deslanchou

Da mesma forma, as vendas de ônibus novos continua patinando. Em agosto, foram emplacadas 1.562 unidades. Ou seja, a retração ante as 1.624 vendas de julho foi de 11,50%.

Porém no acumulado do ano o setor apresenta números positivos. Assim, de janeiro a agosto de 2021 os emplacamentos somaram 12.498 unidades. Ou seja, um aumento de 8,25% na comparação com as 11.546 vendas registradas no mesmo período de 2020.