Andrea Ramos:

Veja os caminhões que mudam ou saem de linha em 2020

Este ano foi recheado de novidades no mercado por causa da Fenatran. Muitos caminhões mudam ou saem de linha em 2020

Crédito: Ford Caminhões/Divulgação

O ano de 2019 foi marcado por importantes lançamentos no mercado. Por causa disso, há muitos caminhões que mudam ou saem de linha em 2020. Essas atualizações, seja um novo produto ou apenas um facelift, foram apresentadas na Fenatran, que aconteceu em outubro deste ano.

Confira a seguir quais são os caminhões que chegam renovados ou saem de vez do catálogo das montadoras:

DAF XF105 410

O DAF XF105 410 está entre os caminhões que saem de linha em 2020. O modelo faz parte da gama premium do segmento pesado da fabricante. O caminhão é equipado com motor Paccar MX 13, de 410 cv de 1.500 a 1.900 rpm e torque de 204 mkgf de 1.050 a 1.410 rpm. Esse motor é o mesmo do CF85 410, caminhão de tara mais leve e mais procurado com essa potência.

A DAF tirou a versão com motor de 410 cv, mas o mesmo motor equipa o CF85

 

O XF105, por ser maior e ter mais capacidade de carga, é mais procurado nas versões de maior potência, de 460 e 510. Para se ter uma ideia, a versão de 510 cv é a mais vendida da marca. De janeiro a novembro foram emplacadas 2.681 unidades, fazendo ele ser o quinto caminhão pesado mais vendido do país.

Mas a DAF garante que se algum cliente fizer questão de ter o XF105 com potência de 410 cv, a marca pode produzi-lo por encomenda.

Adeus aos Ford Série F e Cargo

A Ford Caminhões ao encerrar suas atividades no país, em agosto, deixou de produzir 37 caminhões entre semileves e pesados.

Mesmo assim, a fabricante emplacou alguns modelos que a posicionou na quinta colocação no ranking das fabricantes que mais venderam entre janeiro e novembro deste ano. Foram 6.227 unidades que garantiram à Ford 6,67% de participação, deixando Iveco, DAF e MAN para trás.

O Ford F-350 sai de linha, mas está entre os mais vendidos entre os semileves

 

Os best sellers foram os caminhões com (Peso Bruto Total) PBT de 3,5 a 11 t, segmento em que a gama sempre foi expressiva em vendas. A F-350 emplacou nos 11 meses do ano 682 unidades, ficando com 13,28%. Já os leves Ford Cargo 816 com 993 e o F-4000 com 973 unidades alcançaram a quarta e quinta posições de vendas entre os leves.

Nos médios, o destaque é o Ford Cargo 1119, segundo mais vendido com 862 unidades e 11,23% de participação.

Iveco Daily

Com a chegada da nova linha Iveco Daily prometida para até o primeiro semestre de 2020, as atuais sairão de linha. Mas os veículos serão tecnicamente os mesmos. A mudança é de design, já que a Iveco atualizou a linha na Europa em março deste ano.

Com a novidade, os modelos Daily City 30S13, Daily 45S17 e Daily 70C17 ganham nova aparência em 2020.

Iveco Daily não sai de linha, mas ganha nova aparência e se iguala ao europeu

 

A linha atende operações urbanas de 3,5 a 7 toneladas, com motores FPT de 130 a 170 cv associados à transmissão manual da ZF de seis velocidades.

Com a chegada da nova geração, potência e torque do motor e capacidades permanecerão os mesmos da linha atual.

Mercedes-Benz Actros 4844 e 4160 SLT

Com a chegada da nova linha Actros da Mercedes-Benz apresentada somente na versão cavalo mecânico, os fora-de-estrada dão adeus mesmo ainda sem representantes.

Saem de linha os Actros rígidos 4844 8×4 indicado para as operações de mineração, e o 4160 8×8 SLT, este importado da Alemanha. O caminhão, com Capacidade Máxima de Tração (CMT) de 500 t, é indicado para o transporte de cargas especiais.

O Actros tem CMT de 500 t e por isso transporta cargas especiais

 

De acordo com a Mercedes-Benz, a introdução da nova geração começou pelos rodoviários. Mas até o final do próximo ano, a linha 2020 off road deve ser atualizada no Brasil.

Nova geração

Mas quem acreditava que com a nova geração rodoviária a antiga sairia de linha, enganou-se. Os novos Actros que chegam em janeiro de 2020 dividirão o mercado com os antigos.

Portanto, a linha ficará formada pelos novos cavalos 2045 4×2, 2548 6×2, 2648 6×4 e 2651 6×4 e 2553 6×2 e 2653 e 6×4 e os atuais 2546 6×2, 2646 6×4 e 2651 6×4.

Mercedes-Benz Sprinter

Diferentemente do Actros, com a chegada da nova linha da Mercedes-Benz Sprinter, a atual sairá de linha em 2020. Os novos modelos chegam com mais potência e torque e novas capacidades.

Os atuais 313 CDI Street serão substituídos pelos 314 CDI, nas versões furgão e chassi-cabine. O motor passou de 129 cv para 143 cv, e de 31,1 mkgf para 33,7 mkgf.

A Sprinter ganhará em 2020 a mesma aparência dos modelos europeus

 

As novas versões 416 CDI e 516 CDI entram no lugar das 415 CDI e 515 CDI também nas versões furgão, chassi-cabine e van. O motor saiu de 146 cv para 163 cv, enquanto o torque subiu 34 mkgf, passando para 36,4 mkgf. Ambas ganharam cerca de 220 kg a mais de capacidade de carga.

Notícias relacionadas