Scania R450 assume liderança em abril

Modelo da nova geração começou a ser produzido e entregue a partir de fevereiro

Scania R450 Crédito: Foto: Scania

O Scania R450, um dos representantes da nova geração de veículos da marca, se apresentou como líder das vendas de caminhões em abril. De acordo com dados da Fenabrave, federação que reúne o setor de distribuição de veículos, no mês passado, o mercado absorveu 528 unidades da opção da fabricante, volume que proporcionou 11,8% da categoria de pesados, com vendas de 4,4 mil unidades, ou 6,2% do total de licenciamentos do mês, de quase 8,5 mil caminhões.

Ainda é cedo para cravar prognósticos, mas o R450 chegou à liderança em apenas três meses após início de produção e entregas, embora já estivesse disponível para pedidos desde outubro do ano passado, ocasião do lançamento oficial. O modelo é sucessor de um campeão de vendas, o R440, por dois anos consecutivos o mais vendido do mercado, como também entrou para a história como o mais negociado pela marca no País.

No acumulado do ano, no entanto, o R450 ainda está longe do topo dos pesados, lugar ocupado pelo Volvo FH540 com vantagem de 881 unidades à frente ao somar pouco mais de 1,9 mil unidades vendidas de janeiro a abril.

No mês passado, coube ao modelo da fabricante de Curitiba (PR) se contentar com a vice-liderança do mercado e dos pesados ao computar 513 licenciamentos, participação de 11,5% das vendas na categoria.

A venda de pesados, aliás, é a que apresenta a disputa mais acirrada no segmento. Além de ter representado 52,6% das vendas de caminhões em abril, os quatro primeiros lugares brigam em diferenças apertadas.

O Mercedes-Actros 2651, por exemplo, foi o terceiro caminhão que vendeu no mês passado, 419 unidades, fatia de 9,4% dos emplacamentos de pesados. Logo atrás, com uma diferença de 30 caminhões, outro modelo da Volvo, o FH460, vendeu 389 unidades, 8,7% do mercado de pesados.

Uma das exceções pela falta de um concorrente mais ameaçador está no mercado de médios. Sozinho o Volkswagen Delivery 11.180 respondeu no mês passado por 51,5% das vendas no segmento, com 378 emplacamentos, o quinto maior volume mensal do mercado total.

Outra opção da VWCO, o Constellation 24.280, o sexto mais vendido em abril liderou a categoria de semipesados com 365 unidades licenciadas, 18,8% das vendas. Também dentre os caminhões leves, a montadora de Resende (RJ) contabiliza vantagem com o Delivery 9.170, o sétimo mais emplacado em abril ao somar 309 veículos negociados, equivalente a 31,7% do segmento.

Em oitavo lugar dos dez caminhões mais vendidos em abril ficou o DAF XF105. Foram entregues 250 unidades ou 5,6% das vendas de pesados. No acumulado de janeiro a abril, o modelo encerrou o período na quinta posição dentre os pesados.

O Mercedes-Benz Accelo 1016, o nono caminhão mais negociado em abril, é o único dentre os leves que faz rivalidade com o líder da categoria, o Delivery 9.170. O modelo da marca da estrela de pontas computou 232 licenciamentos, 23,8% das vendas da categoria.

Mas dentre os semileves, a Mercedes-Benz anota boa vantagem com o Sprinter 415. O décimo modelo mais negociado em abril, com 198 unidades, lidera a categoria com participação de 42,4%.


Notícias relacionadas