Notícias

Scania conectados deixaram de gastar R$ 1,1 bilhão em diesel em 2 anos

Segundo a Scania, há desde um pacote grátis, com duração de dez anos, aos que permitem gerenciar a frota de modo mais eficiente e custa R$ 200 por mês

Andrea Ramos

10 de nov, 2021 · 7 minutos de leitura.

Veículos conectados da Scania no Brasil economizam R$ 1,1 bi em diesel
Veículos conectados da Scania no Brasil economizam R$ 1,1 bi em diesel
Crédito:Scania/Divulgação
Veículos conectados da Scania no Brasil economizam R$ 1,1 bi em diesel

A Scania chegou a 50,8 mil veículos conectados no Brasil. Segundo a empresa, o dado refere-se ao período entre 2017, quando o sistema chegou ao País, até outubro de 2021. Portanto, são 48,3 mil caminhões e 2,5 mil ônibus conectados. Conforme a Scania, o dispositivo permite monitorar várias funções dos veículos. Como resultado, ajuda a reduzir os gastos com manutenção e combustível.

LEIA TAMBÉM: Scania e Cometa vão testar ônibus a gás no Brasil

Assim, a marca informa que esses caminhões e ônibus deixaram de consumir 219 milhões de litros de diesel. Ou seja, em valores absolutos, isso representa uma economia de cerca de R$ 1,1 bilhão. Conforme a Scania, os números são de janeiro de 2019 a outubro de 2021. Seja como for, todos os veículos vêm de fábrica com o dispositivo. Porém, ele deve ser ativado pelo comprador, que tem de escolher o plano mais adequado.

Há três pacotes. O básico, batizado de Análise, é grátis por dez anos. Essa opção gera relatórios sobre o funcionamento do caminhão ou ônibus. Conforme a marca, essas informações são enviadas ao dono do veículo de forma automática, por e-mail. Além disso, eventuais diagnósticos de falhas são enviados automaticamente ao serviço de assistência técnica da Scania. O objetivo é facilitar a manutenção.

Serviços da Scania reduzem tempo na oficina

Os outros dois pacotes são o Avaliação do Motorista, que custa R$ 120 por mês, e o Desempenho, por R$ 200. Segundo dados da Scania, cerca de 20 mil veículos têm os dois serviços ativos. Seja qual for o plano, por meio dessa solução é possível gerenciar a operação da frota em tempo real. Assim, dá para, por exemplo, programar as revisões de forma a reduzir o tempo de parada na oficina.

Diretor de serviços da Scania no Brasil, Marcelo Montanha (foto abaixo) diz que essas ferramentas também ajudam a melhorar o desempenho dos motoristas. "Percebemos que há uma evolução muito rápida do motorista que dirige um veículo conectado. Porque ele quer superar suas marcas e vai aumentando as próprias expectativas. Assim, ele conduz de modo mais eficiente."

Aliás, os sistemas eletrônicos não substituem o treinamento dos motoristas. Nesse sentido, os dados coletados servem para ajudar a definir o foco dos treinamentos. "Nossos pacotes de conectividade contribuem com significativas reduções de custos com combustível, pneus e manutenção. Agora, também usamos a conectividade para medir e aumentar a disponibilidade das frotas", diz Montanha.

Ofertas complementares

Programa de Manutenção Scania Premium Flexível Uptime contempla intervenções preventivas e corretivas. De acordo com a empresa, isso é possível graças ao Control Tower e ao Pay Per Use. O primeiro envolve a gestão da eficiência e do fluxo de oficina. Bem como os processos de manutenção. Conforme a Scania, isso garante até 30% de redução no tempo de parada.

Já o Pay Per Use permite personalizar o tipo de cobertura. Isso porque o frotista só vai pagar pelo que usar. Nesse sentido, houve uma evolução do Programa de Manutenção Scania Premium Flexível, que ganhou o sobrenome de Uptime. Assim, de julho de 2021, quando foi lançado, até outubro, houve alta de 28% no número de ativações. Em outras palavras, passou de 3.600 para 4.600 veículos conectados.

Continua depois do anúncio

De acordo com dados da Scania, de janeiro a outubro de 2021 a alta no número de ativações dos planos de manutenção cresceram 30%. Ou seja, na comparação com o mesmo período de 2020. Assim, passou de 17 mil para 22.100. Os planos flexíveis, em que o caminhão avisa quando deve parar, representa 68% do total. Portanto, passou de 15 mil para 22.100.

Veículos antigos podem receber o sistema

Segundo o responsável pelos serviços conectados da Scania, Alex Barucco, os clientes perceberam as vantagens dessas soluções. "Além disso, o bom momento de vendas de caminhões ajudou a aumentar a procura pelos serviços." Também dá para instalar os dispositivos em modelos mais antigos. Cerca de 2.500 caminhões feitos entre 2012 e 2016 receberam o equipamento.

No mundo todo, há cerca de 500 mil veículos da Scania com o sistema ativo. Assim, o Brasil responde por 10% desse volume. Além disso, 95% dos veículos novos vendidos no País têm o sistema ativado.

Atualmente, a Scania tem 161 concessionárias no Brasil. Em 2022, a marca promete abrir outras 15. Além disso, haverá ampliação do horário de atendimento de algumas delas. E até com funcionamento ininterrupto. É o caso da Codema, em Pouso Alegre (MG), que já funciona 24 horas por dia.