Redação

03.12.2019 | 15:23

Scania cabine S ganha nova nomenclatura em todo o mundo

A Mudança nos Scania cabine S é parte de um acordo com a Daimler, por causa da semelhança com nomes de automóveis da Mercedes-Benz

Crédito: Scania/Divulgação

Scania mudou a nomenclatura dos caminhões de cabine S. A alteração foi feita em todos os mercados onde a marca sueca atua, inclusive no Brasil.

Até então, o padrão de nomenclatura do Scania cabine S utilizava primeiro a letra e depois a potência do motor. O S620, por exemplo, tem um motor V8 de 16 litros e 620 cv de potência. Esse formato era utilizado desde o lançamento das gamas P, G e R, em 2004.

A partir de agora, a informação de potência virá primeiro, seguida da identificação do tipo de cabine. Por exemplo: 450S e 730S.

Acordo com a Daimler

A mudança de nomenclatura do Scania cabine S é fruto de um acordo com a Daimler. Isso porque o grupo alemão, dono da  Mercedes-Benztem uma linha de carros batizada de Classe S.

São sedãs grandes, como S500 e S650. Os nomes desses carros são semelhantes aos utilizados pela Scania nos caminhões de cabine S.

A nomenclatura dos caminhões Scania de cabines P, G e R foi mantida.

 

A nomenclatura foi alterada apenas na cabine S

 

Cabine S tem ‘pitaco’ da Porsche

A cabine S da Scania foi desenhada pelos projetistas da Scania em parceria com a equipe de desenhistas da Porsche.

Os Scania cabine S se destacam pelo piso totalmente plano. Com isso, os caminhões oferecem bom nível de conforto a bordo.

Esses modelos são maiores até que os de cabine R com teto alto. Em relação aos “irmãos”, os caminhões de cabine S têm 5 cm a mais no comprimento e 10 cm na altura, por exemplo.

Outro destaque são os sistemas de segurança. Entre os equipamentos, os Scania de cabine S têm novos air bags do tipo cortina. Esse dispositivo, inédito em caminhões, é ativado em caso de capotamento.

A linha de caminhões Scania de cabine S com a nova nomenclatura começa a ser vendida no Brasil no ano que vem.

Notícias relacionadas