Notícias

Renault entrega 100 furgões Kangoo elétricos para a Americanas

Os furgões Renault vão atuar nas entregas de última milha em nove cidades de sete Estados e passam a integrar uma frota que já contava com 500 veículos elétricos

Redação

23 de nov, 2021 · 3 minutos de leitura.

Americanas S.A começa a operar com o Renault Kangoo elétrico" >
Americanas S.A começa a operar com o Renault Kangoo elétrico
Crédito:Renault/Divulgação
Americanas S.A começa a operar com o Renault Kangoo elétrico

A Renault entregou 100 unidades do Kangoo E-Tech Electric à Americanas. Os furgões vão ser utilizados para entregas de última milha. Ou seja, do centro de distribuição ao consumidor final. A gestão da frota está a cargo da Unidas. Segundo a empresa, os veículos vão atuar em nove cidades do Brasil de sete Estados. Com isso, a companhia pretende alcançar novas metas de redução de carbono.

De acordo com a Renault, o Kangoo E-Tech Electric é 100% elétricos. Ou seja, não geram emissão de poluentes durante a operação. Além disso, produzem baixo nível de ruído. De acordo com a fabricante, o furgão feito na França tem autonomia de até 200 km. Além disso, a marca informa que o modelo tem amplo espaço interno.

Você também vai gostar de


Ou seja, pode transportar objetos com até 2,12 metros de comprimento. Por sua vez, a largura é de 1,22 m. Portanto, o compartimento de carga tem 4 m³. Como resultado, o modelo da Renault tem capacidade para transportar até 650 kg de carga útil.

Metas das Americanas S.A

Segundo o presidente da Renault do Brasil, Ricardo Gondo, a marca tem dez anos de experiência no desenvolvimento, fabricação e comercialização de veículos elétricos. "Esse pioneirismo nos permite oferecer soluções sob medida." Conforme o executivo, esses produtos contribuem para que as empresas alcancem suas metas de redução de poluentes.

É o caso da Americanas. A companhia, que vem se consolidando no segmento de comércio eletrônico, prevê neutralizar suas emissões de carbono até 2025. Assim, os novos novos utilitários passam a compor uma frota de elétricos que já conta com outros 500 veículos.

De acordo com cálculos da empresa, os 100 Kangoo E-Tech Electric deixarão de emitir 763 toneladas de CO2 por ano. Ou seja, na comparação com modelos equivalentes com motor a combustão. Para a Unidas, a nova operação reforça sua atuação na estruturação de frotas 100% elétricas. ?Estamos engajados na transformação para uma mobilidade mais sustentável no País", diz o head de frotas da Unidas, Breno Davis Campolina.