Notícias

Reiter Log compra 124 caminhões Scania a gás

Reiter passa a ter uma das maiores frotas de caminhões a gás do Brasil e quer produzir biometano para ser utilizado nesses veículos

Redação

01 de set, 2021 · 7 minutos de leitura.

Reiter Log adquire 124 Scania a gás" >
Reiter Log adquire 124 Scania a gás
Crédito:Scania/Divulgação
Reiter Log adquire 124 Scania a gás

A Reiter Log comprou 124 caminhões Scania a gás. Segundo a fabricante de origem sueca, a transportadora de Nova Santa Rita (RS), está investindo mais de R$ 100 milhões. Assim, a empresa visa atender as metas de clientes em políticas de ESG. Ou seja, de governança Ambiental, Social e Corporativa, o que inclui a redução das emissões de poluentes.

De acordo com a Scania, os 124 caminhões são cavalos-mecânicos R 410. Conforme o cronograma previsto, as primeiras entregas ocorrerão no último trimestre de 2021. Portanto, todos os modelos entrarão em operação ao longo de 2022.

Você também vai gostar de


Como resultado, a Reiter Log passa a ter uma das maiores frotas de caminhões a gás do Brasil. Segundo o diretor de vendas de soluções da Scania no Brasil, Silvio Munhoz, trata-se de um operador logístico "muito". "E que vem se unindo aos embarcadores na busca por um setor mais sustentável. Um compromisso sério que passa a pautar todas as ações da empresa?, afirma.

Reiter Log usa implementos maiores

Segundo a Reiter Log, as ações voltadas ao uso de energia alternativa começaram em 2014. Com isso, o investimento vai além da compra de caminhões a gás. Ou seja, entre as medidas está a compra de implementos rodoviários maiores. Dessa forma, amplia a carga transportada pelas carretas.

?Firmamos um compromisso de oferecer um novo jeito de transportar", diz o CEO da Reiter Log, Vinícius Reiter Pilz (foto abaixo). De acordo com ele, entre os objetivos está a redução dos impactos do setor no meio ambiente.

Conforme o executivo, com a nova frota a empresa quer ser protagonistas da mudança para um sistema de transporte mais sustentável. "Por isso, abrimos as portas aos embarcadores para mostrar que podemos mudar a matriz energética nacional?, afirma.

Produção própria de gás

Além disso, a companhia estuda produzir o combustível para os novos caminhões. ?Neste sentido, fechamos um acordo com a GEO Energética", diz o executivo. A GEO Energética é uma das principais desenvolvedoras de soluções para a produção do biometano do País. Ou seja, feito a partir de rejeitos orgânicos do setor agropecuário.

Segundo o o CEO da empresa, Alessandro Gardemann, o produto pode substituir o gás natural gerado por fontes fósseis. "Assim, entregamos uma solução limpa para o transporte?, diz. Os novos caminhões vão circular nas regiões Sudeste e Sul e deverão rodar cerca de 10 mil km por mês.

Inicialmente, o abastecimento será feito em postos na malha rodoviária. Os caminhões Scania a gás vão transportar produtos dos segmentos alimentício, de bebidas, varejo, higiene e limpeza. Bem como cosméticos, comércio eletrônico, agronegócio, farmacêutico e petroquímico.

?Estamos recebendo demanda de novos clientes. Incluindo grandes multinacionais, que buscam reduzir as emissões. Elas representam mais da metade dos contratos", diz a diretora comercial e de ESG da Reiter Log, Vanessa Pilz (foto abaixo).

Continua depois do anúncio

Nova sede sustentável

?Além disso, realizamos a distribuição de última milha. Ou seja, desde a transferência da fábrica até a entrega no atacado e no varejo", explica Vanessa. De acordo com ela, a transportadora opera tanto com grandes clientes quando com pequenos estabelecimentos comerciais.

Além do investimento na renovação da frota, a transportadora está construindo uma nova sede e um centro de distribuição em Nova Santa Rita (RS). Para isso, o investimento é de R$ 140 milhões. A área total, de 130 mil m² fica às margens da BR-386 e as instalações devem ficar prontas no fim deste ano.

Segundo a Reiter Log, o local é estratégico. Inicialmente, 700 pessoas devem trabalhar na nova estrutura. Porém, a ideia é chegar a 1.700 colaboradores. De acordo com a empresa, as novas instalações também terão soluções sustentáveis. Como o foco em energias limpas e água de reuso.

Scania a gás tem opções de 280 cv a 410 cv

Os caminhões pesados da Scania podem utilizar gás natural e/ou biometano. Segundo a fabricante, atendem operações de longa distância e têm motores de ciclo Otto. Ou seja, o mesmo conceito dos utilizados em automóveis. Por isso utilizam velas de ignição.

De acordo com dados da Scania, o desempenho é similar ao de motores a diesel. Porém, além de gerar menos emissões, os motores a gás são mais silenciosos. Além disso, há três opções de potência no Brasil: 280 cv, 340 cv e 410 cv.

Conforme a fabricante, seu programa de desenvolvimento de um sistema de transporte mais limpo prevê reduzir em 50% suas emissões de CO2. Para isso, a meta é reduzir os níveis de emissões de seus produtos em 20% até 2025.