Notícias

Produção do e-Delivery está confirmada para este semestre

VWCO confirmou a produção do e-Delivery para este semestre. A fabricante já preparou a linha de produção e treinou os funcionários

Redação

05 de abr, 2021 · 5 minutos de leitura.

" >
Crédito:VWCO/Divulgação
e-Delivery entrará em produção

Apesar da pandemia e os atrasos causados por ela nas operações de muitas empresas, a VW Caminhões e Ônibus confirmou, na manhã desta segunda-feira (5), que iniciará a produção em série do e-Delivery neste semestre. Ou seja, o primeiro caminhão elétrico desenvolvido e feito no Brasil, com zero emissão de CO2, NOX e material particulado, estará em breve nas principais concessionárias do País.

Nesse sentido, a fabricante está em linha com a estratégia de investir em mobilidade elétrica. E vai ao encontro do anúncio recente do Grupo Traton. O Grupo fará um aporte de cerca de 1,6 bilhão de euros (R$ 10, 6 bilhões) em pesquisa e desenvolvimento de veículos elétricos até 2025.

Você também vai gostar de


Dessa forma, as empresas que integram o Grupo (VWCO, Scania e MAN) devem cumprir metas concretas para o desenvolvimento de veículos movidos a combustíveis alternativos. O plano visa cumprir a meta até 2030.

?A pandemia mundial da Covid-19 impôs muitos desafios a toda sociedade. O que promoveu ajustes de rota. E mesmo assim, mantivemos o compromisso com a inovação e avanços para a mobilidade sustentável. Esse tema continua prioritário na VW Caminhões e Ônibus?, diz o presidente e CEO da VW Caminhões e Ônibus, Roberto Cortes.

Projeto e-Delivery

A VW Caminhões e Ônibus trabalha no projeto do e-Delivery há cerca de cinco anos. Sendo dois deles dedicados aos testes práticos. Dessa forma, o modelo já percorreu mais 30 mil quilômetros em testes de engenharia. Ou seja, nesse período o caminhão opera em condições reais. Na distribuição de bebidas da Cervejaria Ambev em São Paulo.

Nesse sentido, a Ambev deixou de emitir com o e-Delivery mais de 22 toneladas de CO2 na atmosfera. E, até o momento, mais de 6,5 mil litros de diesel deixaram de ser consumidos.

Ademais, o caminhão elétrico pode ser recarregado com 100% de energia elétrica proveniente de fontes limpas. Como a eólica e a solar. E 43% de sua energia provém do próprio sistema regenerativo de freios do veículo.

Todo o processo de desenvolvimento segue o mesmo rigor de todos os caminhões e ônibus da VWCO. Isso inclui toda a preparação na infraestrutura da fábrica, bem como o treinamento de toda a cadeia envolvida no negócio. Nesse sentido, a fabricante anunciou no início do ano que estava preparando a fábrica e os funcionários para receber a produção do novo veículo.

O e-Delivery conta com sistemas inteligentes para ajustar a demanda da bateria conforme a operação. E para recuperar a energia da frenagem. O caminhão pode chegar a uma autonomia de até 200 quilômetros, de acordo com a aplicação e a configuração do veículo. O nível de ruído, extremamente baixo, vai ao encontro da demanda pela qualidade de vida nos grandes centros expandidos. Regiões as quais o modelo é direcionado.