Você está lendo...
Produção de caminhões cresce 38,5% em maio
Mercado

Produção de caminhões cresce 38,5% em maio

A produção de caminhões cresceu em maio em relação a abril. Porém, houve recuo na comparação com o mesmo mês de 2021 e no acumulado do ano

Aline Feltrin

07 de jun, 2022 · 4 minutos de leitura.

Produção de caminhões
Produção de caminhões registra leve crescimento de 1,1% em julho
Crédito:Volvo/Divulgação
Produção de caminhões registra estabilidade em maio, na comparação com maio do ano passado

A produção de caminhões somou 13.947 unidades em maio de 2022. Assim, foi 38,5% maior do que em abril. As fabricantes entregaram entregaram 10.072 veículos naquele mês. Porém, na comparação com os 13.908 caminhões feitos no mesmo mês de 2021, houve estabilidade. Segundo dados da Associação Nacional das Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), divulgados nesta terça-feira (7).Leia também: veja os 10 países que mais produzem caminhões no mundo

De acordo com Gustavo Bonini, vice-presidente da Anfavea, o avanço na produção de caminhões ocorreu porque em abril o setor sofreu com a falta de componentes. ?Em abril, duas montadoras pararam ao mesmo tempo. Isso impactou bastante o volume total?, diz.

Como resultado, no acumulado de janeiro a maio de 2022 a produção de caminhões foi menor do que em igual período de 2021. Ou seja, nos primeiros cinco meses deste ano as fábricas entregaram 58.402 unidades, ante as 60.083 feitas no mesmo período do ano passado. A queda foi de 2,8%.


Produção de caminhões deve crescer no segundo semestre

A redução na produção de caminhões está ligada diretamente à falta de insumos e peças, sobretudo semicondutores. De qualquer maneira, Bonini diz que as áreas logísticas das montadoras estão atuando para driblar as dificuldades. ?Nossa expectativa é que os problemas de abastecimento sejam bem menores no segundo semestre?, diz.

As exportações de caminhões cresceram em maio. Segundo a Anfavea, no mês passado as montadoras enviaram 2.263 unidades a outros países. Esse número é 13,9% maior que os 1.986 caminhões exportados em abril. Da mesma forma, o resultado é 25,9% maior que de maio de 2021, quando o setor exportou 1.797 caminhões.

Porém, no acumulado de janeiro a maio, houve queda de 0,3% nas exportações na comparação com os cinco primeiros meses de 2021. Naquele período, o Brasil exportou 8.963 unidades. Os principais compradores de caminhões brasileiros são Argentina, Chile, Peru e Colômbia.


Produção de ônibus cresce 85,4%

Por sua vez, o setor de ônibus registrou uma forte alta na produção em maio. No total, foram feitas 3.013 unidades. Ou seja, alta de 85,4% na comparação com abril. Portanto, quando foram feitos 1.625 ônibus. Da mesma forma, na comparação com maio de 2021 (produção de 1.654 unidades), a alta foi de 82,2%.

No acumulado de 2022, foram produzidos 10.340 no Brasil. Ou seja, alta de 18,8% na comparação com os cinco primeiros meses de 2021, quando as montadoras entregaram 8.702 unidades.

Produção em maio e no acumulado de 2022


Exportações em maio e no acumulado de 2022

Fonte: Anfavea
Deixe sua opinião